- Publicidade-
InicioAngolaSociedadeResponsável apela à mudança de conduta no tratamento dos resíduos sólidos

Responsável apela à mudança de conduta no tratamento dos resíduos sólidos

Os munícipes da cidade de Saurimo foram aconselhados hoje, quarta-feira, a mudarem de conduta na forma como tratam ou manuseiam os resíduos sólidos produzidos diariamente, de modo a contribuírem para a melhoria do saneamento básico garantido uma boa imagem a urbe.

O apelo foi lançado pelo coordenador do Programa de Educação Ambiental de Saurimo, afecto ao Gabinete Provincial da Cultura, Turismo e Juventude e Desporto na Lunda Sul, Tito Augusto, no quadro da campanha sobre “educação ambiental” que está a ser levado a cabo a nível das igrejas e escolas.

Disse ser imperioso a mudança de consciência por parte dos munícipes, uma vez que o saneamento básico saudável reflecte na melhoria da qualidade de vida da população, evitando deste modo as doenças.

Tito Augusto explicou que a campanha está a ser desenvolvida nas escolas e igrejas, pelo facto de terem constatado que o lixo produzido nas mesmas não têm dado o devido tratamento, o que tem comprometido o meio circundante.

Acrescentou que as palestras são realizadas no período da manhã, onde são passadas mensagens aos estudantes e fiéis sobre como devem tratar o lixo e quais as vantagens de viver e caminhar numa cidade limpa.

Reprovou a atitude de muitas famílias, que insistem em mandar crianças a depositarem o lixo nos contentores, assim como comportamento de adultos que na calada da noite armazenam os resíduos nas ruas e valas de drenagens.

O Programa de Educação Ambiental foi aberto no princípio de Julho e termina em Outubro, numa parceria da Administração Municipal de Saurimo. Foram já realizadas palestras nas igrejas Pentecostal, Universal, Sétimo Dia e em algumas escolas da circunscrição. (Angop)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.