- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Regiões Moxico: Nove pessoas morreram vítima de agressão física

Moxico: Nove pessoas morreram vítima de agressão física

Nove pessoas morreram vítima de agressão física cometidas por pessoas próximas, na província do Moxico, durante o segundo trimestre do ano em curso, indica o relatório do Comando Provincial da Policia Nacional (PN).

Segundo o documento a que a Angop teve acesso terça-feira, em comparação ao igual período anterior, houve uma redução de três casos similares.

A nota esclarece que as mortes registadas no referido período resultaram de desentendimentos entre as partes, negligência e questões passionais.

Aponta que no período em análise, a PN deteve duzentos e 52 cidadãos, menos 77 em relação ao período anterior, como presumíveis autores duzentos e 71 crimes, desmantelado sete grupos de marginais que perigavam a segurança pública.

Entre os crimes cometidos destacam-se as ofensas corporais, questões passionais (ciúme), crença ao feiticismo, que levaram os praticantes a procurarem recurso a armas brancas e de fogo, provocando vítimas mortais.

A posse ilegal de arma de fogo, uso e tráfico de estupefaciente, falsificação de documentos, auxílio a imigração ilegal, bem como, ofensas corporais contra agente de autoridade, foram igualmente outros delitos registados pelas autoridades policiais no mesmo período.

Nesses três meses, a corporação registou igualmente, oitenta e sete acidentes em toda extensão da província, com 16 mortes e 78 feridos, mais dez e 11 respectivamente, em relação ao igual período anterior, provocando também danos materiais avaliados em mais de 12 milhões de Kwanzas.

No âmbito migratório, as forças policiais interpelaram e expulsaram no período em causa, 132 cidadãos estrangeiros de diversas nacionalidades, por violação de fronteiras com a República Democrática do Congo (RDC) e da Zâmbia, a partir dos municípios do Luau e do Alto Zambeze, refere a nota. (Angop)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.