- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mais Sem Palavras Jovem sueca impede deportação de afegão já no interior do avião

Jovem sueca impede deportação de afegão já no interior do avião

“Tudo o que quero é parar esta deportação e só depois vou cumprir as regras”. Protesto da jovem activista levou a que o afegão saísse do avião, não sendo ainda certo se as autoridades suecas vão ou não insistir na sua deportação.

A estudante universitária sueca Elin Ersson tornou-se mundialmente conhecida depois de ter publicado um vídeo nas redes sociais onde impede a partida de um avião em que estava um cidadão afegão prestes a ser deportado.

Elin, de 21 anos, marcou uma viagem de Gotemburgo, na Suécia, para a Turquia, consciente de que naquele voo estaria um afegão, de 52 anos, prestes a ser deportado.

Quando entrou no aparelho, a jovem recusou sentar-se até que o cidadão afegão saísse do avião, isto enquanto filmava o sucedido e publicava no Facebook.

Apesar de a equipa de bordo pedir que Elin se sentasse, a estudante sueca recusou e continuou o seu protesto. Com o passar do tempo, outros passageiros começaram a apoiá-la, ao passo que outros manifestaram o seu desagrado.

Para justificar a sua acção, Elin Ersson explicou que não concorda com a política de deportação da Suécia, que classifica o Afeganistão como um país seguro, isto apesar dos frequentes atentados terroristas e do controlo de várias partes do país por grupos fundamentalistas islâmicos como os Taliban ou o autodesignado Estado Islâmico.

A jovem disse que, no Afeganistão, aquele homem de 52 anos “seria morto” e garantiu que o que estava a fazer era “salvar a vida de uma pessoa”.

“Enquanto uma pessoa estiver de pé, o piloto não pode descolar. Tudo o que quero é parar esta deportação e só depois vou cumprir as regras”. “Não está certo enviar as pessoas para o inferno”, rematou.

A jovem e o cidadão afegão acabaram por ser retirados do avião. O paradeiro do homem não é totalmente claro, com alguns media internacionais a avançarem com a informação de que este está desaparecido, ao passo que outros referem que está sob custódia das autoridades e que deverá ser deportado em breve. (Notícias ao Minuto)

por Pedro Bastos Reis

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.