- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Ciências e Tecnologia Twitter dificulta acesso a contas de neo-nazis e supremacistas brancos

Twitter dificulta acesso a contas de neo-nazis e supremacistas brancos

O Twitter está a reorganizar os resultados das procuras em conformidade com um ranking de comportamento. De acordo com a Gizmodo, diversas contas de extrema-direita estão a ser “enterradas” através dos novos algoritmos de procura.

As contas de figuras como o organizador da Unite The Right, Jason Kessler, ou do supremacista branco Richard Spencer, já não aparecem destacados na lista de resultados das procuras, mesmo que se procure especificamente pelo seu nome. As contas continuam a aparecer através da opção “Search all” ou se forem procuradas especificamente na tab “People”.

Esta é uma das acções do Twitter para limitar propaganda no website

O Twitter anunciou recentemente que iria adoptar uma série de medidas para diminuir a propaganda e o “comportamento troll” na sua plataforma. Dificultar o acesso a páginas de extrema-direita, em particular de personalidades associadas à supremacia branca, parece ser uma das medidas desta plataforma.

“Fundamentalmente, nós precisamos de nos focar mais nas dinâmicas conversacionais no Twitter,” afirmou Jack Dorsey, CEO do Twitter, através de um tweet. “Nós não temos tomado atenção consistente neste ponto. Melhor organização, mais contexto, ajudar a identificar credibilidade, facilidade de uso. É um trabalho custoso e adoraríamos ouvir os vossos pensamentos e ideias.”

Assim sendo, a posição oficial do Twitter é que a melhoria das dinâmicas de conversa passam por dificultar o acesso a determinadas figuras: entre elas, as figuras assumidamente ligadas a movimento de supremacia branca.

Reacções diversas a esta medida

As opiniões parecem dividir-se em dois pólos opostos: alguns consideram que remover personalidades com má fé, teorias da conspiração perigosas e, sobretudo, personalidades assumidamente racistas e/ou nazis é o caminho certo para melhorar a qualidade das conversações nas plataformas online. Outros, consideram que existe um risco real de este precedente abrir o caminho para um aumento exponencial da censura na internet.

Veremos se o Twitter decide manter esta medida, se optará por adicionar medidas adicionais e quais são os seus resultados ao longo dos próximos meses. (Maistecnologia)

Fonte: Gizmodo

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.