- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
InicioEconomiaImpostos rendem mais de um bilião de Kwanzas

Impostos rendem mais de um bilião de Kwanzas

Um bilião, cento e nove milhões, setecentos e cinquenta mil e quatrocentos e cinquenta e seis Kwanzas foram arrecadados pela Repartição Fiscal de Caxito, no pagamento de impostos de rendimento de trabalho, selos e de sissa, durante o 1º semestre de 2018.

Este valor corresponde a um aumento de 7,5 porcento comparativamente ao período homólogo em 2017, segundo explicou a chefe de secção de legislação e fiscalização tributária da Repartição Fiscal de Caxito, Celeste Marília Mixinge.

A responsável destacou o pagamento de rendimento de trabalho por conta de outrem com 114.425.329.00 Kz (cento e catorze milhões, quatrocentos e vinte e cinco mil e trezentos e vinte e nove Kz), o imposto de selo com 74. 330.110 (setenta e quatro milhões e trezentos e trinta mil e cento e dez Kz) e o de sissa com 36.162.362 (trinta e seis milhões e cento e sessenta e dois mil e trezentos e sessenta e dois Kz.

No período em análise, a Repartição Fiscal de Caxito arrecadou com a cobrança da taxa de circulação 13.955.408 (treze milhões, novecentos e cinco e cinco mil e quatrocentos e oito Kz), o que representa um acréscimo de 8.900.083 Kz relativamente ao 1º semestre de 2017.

No domínio do imposto predial, durante os primeiros seis meses foram arrecadados apenas 2.102.789.00 (dois milhões e cento e dois mil setecentos e oitenta e nove Kz), devido a redução do número de imoveis que província possui neste momento.

Explicou que os apartamentos da centralidade de Capari, que se encontram na província do Bengo, foram comercializados num valor abaixo dos cinco milhões de Kz, estando, por isso, isentos do pagamento do imposto predial.

A Administração Geral Tributária (AGT) na província do Bengo está a trabalhar numa iniciativa de combate a informalidade para que os contribuintes fora no circuito fiscal sejam registados e possam fazer a sua contribuição fiscal. (Angop)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.