- Publicidade-
InicioMundoÁsiaFMI diz que "não há provas" de manipulação de divisas pela China

FMI diz que “não há provas” de manipulação de divisas pela China

O economista-chefe do Fundo Monetário Internacional (FMI), Maurice Obstfeld, afirmou hoje que “não há qualquer prova” de manipulação da sua divisa por parte da China.

Estas afirmações surgem depois de o presidente norte-americano, Donald Trump, ter acusado na passada sexta-feira a União Europeia e a China de manipularem as suas divisas.

“A China, a União Europeia e outros manipulam as suas moedas baixando as taxas de juro, enquanto os Estados Unidos aumentam as taxas com o dólar a tornar-se mais forte todos os dias o que degrada a nossa competitividade”, afirmou Trump na rede social Twitter.

Em declarações ao canal televisivo CNBC, Obstfeld declarou que “não há provas de manipulação” nos movimentos de divisas constatados recentemente.

Maurice Obstfeld indicou que o relatório do departamento do Tesouro norte-americano chegou “à mesma conclusão”.

Em meados de Abril, o departamento do Tesouro considerou que a China não manipulava a sua moeda, mas colocou sob vigilância o país.

Hoje, a divisa chinesa (yuan) atingiu o nível mais baixo desde Junho de 2017 face ao dólar. (Notícias ao Minuto)

por Lusa

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.