Portal de Angola
Informação ao minuto

Casa Branca admite interferência da Rússia em eleição e quer tirar credenciais de ex-autoridades

Sarah Sanders fala na Casa Branca 23/7/2018 REUTERS/Kevin Lamarque (reuters)

A Casa Branca admitiu nesta segunda-feira interferência da Rússia na eleição dos Estados Unidos em 2016 e informou que está considerando retirar as credencias de segurança de seis ex-agentes de segurança e de inteligência, incluindo o director da Agência Central de Inteligência da era Obama, John Brennan, e o chefe do FBI demitido pelo presidente Donald Trump, James Comey.

“Não apenas o presidente quer tirar a credencial de segurança de Brennan, ele também está analisando as retiradas de Comey, Hayden, Clapper, Rice e McCabe”, disse a secretária de imprensa Sarah Sanders em briefing.

Ela se referia ao ex-director da Agência de Segurança Nacional Michael Hayden, ao ex-director de inteligência nacional James Clapper, à ex-assessora de segurança nacional Susan Rice e ao ex-director-adjunto do FBI Andrew McCabe.

Embora tenha dito que a Rússia interferiu na eleição presidencial de 2016, a Casa Branca afirmou que a campanha de Trump não conspirou. (Reuters)

por Steve Holland

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »