- Publicidade-
InicioAngolaPolíticaExecutivo angolano aposta no rendimento do turismo no país

Executivo angolano aposta no rendimento do turismo no país

Fazer do turismo no país uma fonte de arrecadação de receitas e geradora de postos de trabalho tem sido uma das apostas do Executivo angolano, nos últimos tempos, tendentes ao desenvolvimento económico, com a participação do sector privado.

Esta informação foi avançada na sexta-feira, no município de Calandula, província de Malanje, pela ministra do Turismo, Ângela Bragança, quando discursava na abertura da Conferência Internacional sobre “Ecoturismo e informação ambiental”, que decorre sob o lema “As aves de Angola, a Ecologia e o Turismo”.

De acordo com a dirigente, a concretização desse desiderato passa pela dinamização do sector turístico em Angola, através do ministério de tutela e outros, incluindo investidores, tendo em conta os imensos potenciais turísticos, culturais, históricos, científicos e outros que o país detém.

Realçou que os recursos turísticos, patrimoniais e não só, devem ser valorizados e promovidos para proporcionar a atracção turística, através do seu envolvimento nos programas socio-económicos.

Segundo ainda a ministra, é muito forte a tendência do ecoturismo no mundo, sobretudo no que diz respeito a observação e apreciação dos factores ambientais como a fauna, a flora e toda a biodiversidade.

” Angola vem também vivendo com a recepção de turistas de várias partes do mundo, sobretudo na zona sul, com realce para o corredor do rio Okavango que tem sido alvo do aviturismo nacional e internacional”, asseverou.

Por sua vez, o governador provincial de Malanje, Norberto dos Santos “Kwata Kanawa”, reafirmou que a região é potencial em vários domínios, incluindo recursos hídricos, clima e um ecossistema que abriga várias espécies de animais, flora e fauna.

“A par deste potencial ambiental, Malanje possui vários espaços naturais com beleza extraordinária como as quedas de Calandula e não só”, frisou, acrescentando que a preservação do meio ambiente afigura-se como um compromisso de todos os cidadãos e das instituições públicas.

Na sua visão, os recursos naturais devem ser explorados de forma sustentável, com vista a garantir a sobrevivência das gerações vindouras, por isso espera da conferência uma oportunidade para transformação das potencialidades naturais da província num destino turístico que gere empregos e renda para as famílias.

Com duração de apenas algumas horas, a conferência visou apresentar o potencial do ecoturismo, da flora e fauna, bem como o patrimonio natural do país e da província de Malanje, em particular.

O encontro, que debateu sobre a temática da observação das aves e o seu enquadramento ambiental e turístico, contou com a participação de membros do governo da província de Malanje, representantes dos Ministérios do Ambiente e Turismo, dos embaixadores da Índia e Espanha, autoridades tradicionais, entre outros convidados. (Angop)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.