- Publicidade-
InicioMundoEUAEUA diz que Israel tem "direito a defender-se" perante ofensiva em Gaza

EUA diz que Israel tem “direito a defender-se” perante ofensiva em Gaza

Os Estados Unidos disseram hoje que Israel tem “direito a defender-se” e culparam o movimento islamita Hamas de provocar tensões na região, depois de aviação israelita ter iniciado uma operação militar em grande escala na Faixa de Gaza.

“Israel tem direito a defender-se”, disse à agência de notícias Efe um porta-voz do Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca, que pediu anonimato, ao ser questionado sob a ofensiva israelita.

A ofensiva na Faixa de Gaza iniciou-se depois de trocas de tiros entre militantes palestinianos e soldados israelitas nas proximidades da Faixa de Gaza, o que provocou a morte de um militar de Israel e de quatro palestinianos, segundo o diário Haaretz.

A porta-voz da Casa Branca enviou à Efe um artigo de opinião publicado na quinta-feira por três altos funcionários norte-americanos, que argumentam que “os actos de agressão do Hamas só produziram miséria para o povo de Gaza”.

Esse texto, publicado no Washington Post, é assinado pelo genro e conselheiro de Trump, Jared Kushner, o enviado da Casa Branca para o Médio Oriente, Jason Greenblatt, e o embaixador dos EUA em Israel, David Friedman.

Kushner e Greenblatt realizaram consultas por todo o Médio Oriente durante meses para elaborar um plano de paz entre israelitas e palestinianos, embora os últimos tenham se recusado a se reunir com eles depois de a administração de Donald Trump ter reconhecido Jerusalém como a capital de Israel. (Notícias ao Minuto)

por Lusa

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.