- Publicidade-
InicioAngolaSociedadeResponsável quer mais humanização no serviço prisional

Responsável quer mais humanização no serviço prisional

O delegado do Ministério do Interior na província do Huambo, Eduardo Fernandes Cerqueira, espera ver, em breve, mais humanização no serviço prisional desta região, assim como disciplina e rigor do efectivo que cuida dos reclusos.

O responsável manifestou a sua intenção hoje, sexta-feira, nesta província, no acto de apresentação e posse do novo director do serviço prisional, superintendente prisional – chefe José Bravo Domingos, em substituição do comissário prisional Fernando Luís José da Silva.

De acordo com ele, a humanização vai melhorar o acompanhamento do processo de reeducação dos reclusos e dar mais dignidade aos detidos e condenados, o que ainda não ocorre actualmente.

Eduardo Fernandes Cerqueiras prometeu prestar apoio institucional, técnico e humano, para que o serviço prisional, na província do Huambo, tenha êxitos no cumprimento da sua missão e alcance qualidade funcional.

“Deveremos ser cada vez mais disciplinados e rigorosos, mas, acima de tudo, sermos cada vez mais humanos no tratamento dos reclusos que estão a nossa ordem”, augurou.

Com capacidade para acomodar 820 reclusos, o serviço prisional do Huambo, no bairro Kambiote, alberga, actualmente, 1200 pessoas, entre detidos e condenados. (Angop)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.