Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Província de Luanda apura candidatos possíveis para Educação

A província de Luanda carece de aproximadamente quatro mil e trezentos professores do ensino primário e I e II ciclos do ensino secundário, para cobrir as actuais necessidades do sector, dos quais foram apurados no presente concurso público, apenas dois mil 650 candidatos, de um universo de 22 mil 467.

Essa informação foi avançada esta sexta-feira, em Luanda, pelo director provincial da Educação, Narciso Benedito, explicando que razões de ordem financeira, impossibilitam de momento, a admissão de todos professores necessários.

Segundo o responsável, que falava à imprensa, em Viana, no final da segunda sessão ordinária do Governo Provincial de Luanda, a província tinha uma quota de admissão de dois mil 650 candidatos, em todas as disciplinas, e que foi suprida.

Disse que o processo iniciou a 28 de Maio do corrente, tendo sido realizado a 10 de Julho o exame de acesso, com o suporte informático montado para o efeito.

“Fizemos o exame para o ensino primário e para todas as disciplinas do primeiro e segundo ciclos, tendo no final submetido todos os exames para um processo de correcção para o qual mobilizamos professores, coordenadores das respectivas disciplinas e coordenadores das cadeiras ao nível provincial”, disse.

Na mesma senda, disse que o processo foi concluído com sucesso, para o qual foram mobilizados mais de 60 professores coadjuvados com a correcção electrónica.

Para o dia 24 do corrente, terça-feira, está prevista a divulgação dos resultados, sendo os candidatos apurados posteriormente submetidos a uma fase de validação pelo Tribunal de Contas, revelou.

“Todos os candidatos apurados serão convidados a constituir o processo de admissão, com a entrega de alguns documentos, que posteriormente serão levados ao Tribunal de Contas para validação”, referiu.

Uma vez visados os processos no tribunal, explicou, os candidatos estão em condições de serem admitidos, mediante um acto administrativo do governador da Província de Luanda, no caso de serem candidatos ao ensino primário, e da ministra da Educação, para os casos de serem professores do ensino secundário, primeiro e segundo ciclos.

“Consumado esse acto administrativo de admissão, os candidatos podem então, mediante um contrato de provimento de lugares, ser admitidos como professores para as categorias e disciplinas para as quais concorreram”, acrescentou.

O director provincial adiantou que o processo termina a 26 de Dezembro de 2018. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »