Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Convenções para definir candidatos à presidência começam nesta sexta

Boa parte dos partidos já anunciaram seus pré-candidados a presidência nos últimos meses, entre os quais não existem grandes surpresas

Com o fim da Copa do Mundo, começa a tomar forma a campanha eleitoral de 2018, que definirá o novo presidente do Brasil e encerrará o mandato-tampão de Michel Temer.

A partir desta sexta-feira (20), os partidos já podem realizar as convenções para formalizar seus candidatos à Presidência da República, e a primeira será a do PDT, de Ciro Gomes, que tenta atrair o “centrão” para sua campanha.

Já no fim de semana, será a vez de PSOL, de Guilherme Boulos, e PSL, de Jair Bolsonaro, que ainda não tem candidato a vice-presidente. Nos últimos dias, circularam rumores em torno do general reformado Augusto Heleno (PRP), mas o próprio militar descartou essa hipótese, uma vez que seu partido não quis se aliar ao PSL.

Agora fala-se em Janaina Paschoal, uma das autoras do pedido de impeachment que derrubou Dilma Rousseff. Já filiada ao PSL, ela disse à “Rádio Eldorado” que ainda não recebeu nenhum convite, mas que essa dupla “revolucionaria o país”.

PCdoB (Manuela D’Ávila), MDB (Henrique Meirelles), PSDB (Geraldo Alckmin), Rede (Marina Silva) e Podemos (Álvaro Dias) realizarão suas convenções partidárias entre 1º e 4 de agosto, dia em que também deve ocorrer a do PT, que aclamará Luiz Inácio Lula da Silva como candidato à Presidência.

O ex-mandatário está preso desde 7 de abril e deve ser declarado inelegível por causa da Lei da Ficha Limpa, mas o PT insistirá em sua candidatura até esgotar todas as possibilidades e adiará o lançamento de um “plano B” – provavelmente Fernando Haddad ou Jacques Wagner.

O prazo para os postulantes registrarem suas candidaturas no Tribunal Superior Eleitoral é 15 de agosto, e os comícios passam a ser permitidos a partir do dia seguinte. O horário eleitoral gratuito em rádio e televisão acontecerá de 31 de agosto a 4 de outubro. (ANSA) (Notícias ao Minuto BR)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »