Portal de Angola
Informação ao minuto

Cinco por cento de mulheres sofrem violência sexual

Cerca de cinco porcento de mulheres de 15 a 49 anos de idade sofreram em 2017 de qualquer forma de violência sexual do cônjuge ou de outra pessoa, indica o relatório sobre os indicadores de linha de base elaborado pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

De acordo com o documento, apresentado quina-feira, em Luanda 30 por cento das mulheres de 20 a 24 anos de idade casam ou vivem em união de facto antes dos 18 anos e 8% antes dos 15 anos.

Realça, que 59% das mulheres de 15 a 49 anos tem capacidade de exigir o uso do preservativo, se sabe que o marido tem infecção de transmissão sexual e 47% recusam ter relações sexuais se sabem que o parceiro tem contacto com outras mulheres.

Entretanto, 75% das mulheres participam nas decisões de saúde reprodutiva.

O relatório frisa que para cumprir com o objectivo relacionado com a igualdade do género, o executivo vai até 2030 estruturar a economia produtiva das famílias e das comunidades, cuja meta está expressa no programa nacional de desenvolvimento 2018 -2022.

Vai também promover a participação de mulheres em cargos dos órgãos do Estado, assim como, assegurar a capacitação das mulheres jovens e a mulher rural.

Assegurar e melhorar a informação estatística relativas às questões do género em todas as esferas da sociedade e promover o surgimento de políticas de conciliação entre o trabalho e a família, são outras das prioridades do executivo.

A Agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável assenta em 17 objectivos de desenvolvimento sustentável e 169 metas, a qual deve ser implementada por todos os países do mundo, diferentemente dos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM).

A incorporação da Agenda 2030 nas estratégias, planos e políticas nacionais articula-se por áreas temáticas identificadas nas pessoas, no planeta, na prosperidade, na paz e nas parcerias, cobrindo preocupações de âmbito social, económico e ambiental. (Angop)

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »