- Publicidade-
InicioAngolaRegiõesGovernador quer maior aposta na reeducação dos reclusos na Huíla

Governador quer maior aposta na reeducação dos reclusos na Huíla

Os Serviços Penitenciários da província da Huíla devem enquadrar os reclusos em actividades produtivas e de formação académica e profissional, para contribuir no processo de reeducação e reintegração social dos reclusos.

A recomendação foi dada nesta quinta-feira, na cidade do Lubango, pelo governador provincial da Huíla, João Marcelino Tyipinge, no Conselho Consultivo Alargado da Delegação Provincial do Ministério do Interior (Minint).

O governador disse que havendo uma formação adequada, do ponto de vista académico e profissional, estes cidadãos poderão dar o seu contributo ao processo de reconstrução e desenvolvimento do país.

A Penitenciária da Huíla alberga mais de 905 reclusos, com idades dos 18 a 49 anos.

O governante recomendou a polícia para manter uma postura implacável no combate aos crimes violentos e contar com o envolvimento da sociedade civil.

Durante dois dias, os membros do conselho analisam as actividades desenvolvidas no primeiro semestre deste ano. (Angop)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.