- Publicidade-
InicioAngolaPolíticaCidadãos da CPLP devem sentir benefícios da organização

Cidadãos da CPLP devem sentir benefícios da organização

O Presidente da República, João Lourenço, defendeu urgência na abordagem sobre a mobilidade, para que os cidadãos da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) sintam as vantagens de fazer parte da organização.

João Lourenço discursava na cerimónia de encerramento da XII Cimeira de Chefes de Estado e de Governo da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), que decorre na Ilha do Sal, em Cabo Verde, desde terça-feira.

Para o estadista angolano, os nossos cidadãos devem perceber que vale a pena fazer parte da comunidade (…), principalmente pelas vantagens directas e até pessoais que poderão obter do facto de estarem inseridos na comunidade.

João Lourenço acredita na capacidade da CPLP de aprofundar a cooperação e o intercâmbio entre os Estados membros, a todos os níveis.

Confia na capacidade da organização de favorecer a consolidação das bases, sobre as quais assentam a edificação do progresso e do desenvolvimento de cada um dos Estados.

Congratula-se pelos esforços para que a CPLP seja um espaço consolidado de democracia, de diálogo, de paz, de respeito pelo direito humanos e de cooperação.

Sob o lema “Cultura, Pessoas e Oceanos”, a XII cimeira de Chefes de Estados e de Governo termina nesta quarta-feira e analisou, entre outros temas, a livre circulação de pessoas e bens no espaço lusófono, a cooperação económica entre os estados-membros, a facilitação das trocas comerciais e a protecção dos investimentos.

A CPLP é uma organização internacional formada por países lusófonos, nomeadamente Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste, com o objectivo de aprofundar a amizade mútua e a cooperação entre os membros. (Angop)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.