- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
InicioAngolaPolíticaAngola na reunião do Centro de Negócios Estados Unidos África

Angola na reunião do Centro de Negócios Estados Unidos África

Angola participa na reunião estratégica do conselho de administração do Centro de Negócios Estados Unidos África, que iniciou nesta segunda-feira na África do Sul.

O objectivo da reunião é identificar as medidas que permitirão remover as barreiras ao Investimento dos Estados Unidos da América no continente africano e alargar a base de membros da organização as micro, pequenas e médias empresas, de modo a disseminar parcerias, “know how”, financiamento e tecnologia dos EUA por toda a África.

Os membros do Centro de Negócios Estados Unidos África são recebidos hoje às 12:00 (hora de Angola) no Palácio Presidencial por uma delegação do Governo Sul Africano liderada Pelo Presidente Ciryl Ramaphosa.

Após o encontro com o Presidente Ciril Ramaphosa os membros da delegação vão para o Wanderers Stadium, acompanhar a celebração do centenário de Nelson Mandela, onde o momento mais elevado é o discurso do Presidente Cessante dos EUA, Barack Obama.

Nesta segunda-feira, a África do Sul acolheu a reunião do conselho de administração do Centro de Negócios Estados Unidos África. Angola foi representada nesta reunião pela jurista Maria Luisa Abrantes e o presidente da Câmara de Comércio Americana em Angola, Pedro Godinho, ambos na qualidade de membros do conselho de administração do Centro de Negócios Estados Unidos Africa.

Integram ainda o fórum de concertação entre os mais influentes homens e mulheres de negócio de África o vice-presidente da Câmara de Comércio dos Estados Unidos e presidente executivo do Centro de Negócios Estados Unidos- África, Scott Eisner, o presidente e ceo da General Electric para África, Jay Ireland na qualidade de co-chairman da organização, cargo que compartilha com o homem mais rico de África, Aliko Dangote.

Integram ainda esta organização o nigeriano Jim Ovia, president do Zenith Bank, Tejas Mehta, vice-presidente e director da IBM para África, Jason Brantley director geral da John Deere (Pty) Ltd. Mike Yeh Conselheiro da Microsoft para África entre outros.

O que é o Centro de Negócios Estados Unidos África

O Centro de Negócios Estados Unidos África é um organismo da maior organização de negócios do Mundo, a Câmara de Comércio dos Estados Unidos, fundada em 1915 pelo Presidente William Taft. Com sede em Washington DC junto à Casa Branca, a Câmara de Comércio dos Estados Unidos é a Câmara Mãe das Câmaras de Comércio estaduais e regionais nos EUA e está presente em mais de 116 países, 19 dos quais

em Àfrica. As filiais da Câmara de Comércio dos Estados Unidos assumem a designação de AmChams ( Camaras de Comércio dos Estados Unidos).

Com a proclamação a 23 de Agosto de 2017 da Amcham-Angola, Angola foi o último País a receber uma Câmara de Comércio Americana (Amcham_Angola) Organização fundada pela Comunidade negócios Americana em Angola com destaque para a Chevron, Exxon Mobil, BP, Lonagro (representante da John Deere em Angola), Coca-Cola Company e outros.

A AmCham-Angola tem como presidente a empresa Angolana Prodiaman Oil Services, representada pelo seu presidente e CEO Pedro Godinho e como vice- presidente a GE Electric Angola, liderada pelo Igualmente angolano Wilson da Costa. A AmCham- Angola celebra em Agosto deste ano o seu primeiro aniversário.

No final de 2015, a Câmara de Comércio dos Estados Unidos anunciou a criação do centro de negócios de EUA-África (USAfBC) e lançou os esforços para levar a comunidade de negócios dos Estados Unidos em um novo período de compromisso sem precedentes com comunidades económicas regionais em África, o estabelecimento sector privado Africano, bem como pequenas e médias empresas (PME).

Desde o embarque do programa inicial da US Chamber of Commerce em África em Maio de 2009, a câmara tem feito grandes progressos, preenchendo a lacuna entre empresas dos EUA e África.

O estabelecimento do centro marca o próximo passo da câmara como líder do compromisso do c privado dos EUA para a África, com o objectivo de promover políticas que atraem os maiores investimentos e apoiar o comércio com os parceiros em todo o continente.

Ligação entre a US Chamber of Commerce e as AmChams

O Centro de Negócios Estados Unidos-Africa e as Amchams trabalham em parceria para atrair empresas americanas para África e vice-versa, promovendo links para entre as empresas africanas junto das autoridades dos EUA (Senado e Casa Branca), apoio na localização de financiamento e parcerias entro outras ferramentas úteis para aumentar o comércio e negócio entre os EUA e África.

Segundo explica Simon Madjie, director executivo da AmCham do Gana, em 2014 as Amchams africanas notando que havia expirado o AGOA e havia muita demora na aprovação da renovação da ferramenta que permite aos países africanos exportar mais de 600 produtos para os Estados Unidos juntaram-se e foram aos EUA com o apoio da Câmara de Comércio dos Estados Unidos fizeram lobbyes junto do Senado dos EUA para influenciar a aprovação do instrumento que acabou renovado por mais 10 anos. (Angop)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.