Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

MNE de Cabo Verde sublinha “quadro político” para uma boa cimeira da CPLP

O ministro dos Negócios Estrangeiros de Cabo Verde, Luís Filipe Tavares, considerou hoje estarem criadas “todas as condições e o quadro político” para uma boa cimeira da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP).

“Todas as condições e o quadro político estão criados para termos uma boa reunião de ministros da CPLP e prepararmos convenientemente a reunião dos chefes de Estado e de Governo da nossa comunidade”, disse Luís Filipe Tavares.

O chefe da diplomacia cabo-verdiana, que irá assumir a presidência do Conselho de Ministros para o biénio 2018-2020, falava aos jornalistas à entrada para a reunião de ministros dos Negócios Estrangeiros, que antecede a cimeira de chefes de Estado e de Governo de terça e quarta-feira.

O encontro arrancou hoje de manhã, no hotel Hilton, em Santa Maria, ilha do Sal, rodeado de medidas de segurança e com restrições de acesso dos jornalistas aos trabalhos da reunião.

“Há uma grande expectativa em relação a esta cimeira. Cabo Verde trabalhou durante meses para preparar esta reunião e acredito que, das conversas que já tive com os meus colegas nos bastidores, todas as condições estão reunidas e acredito que vamos ter uma boa cimeira”, sublinhou.

Assinalando o “ambiente distendido e convivial” nos bastidores, Luís Filipe Tavares adiantou que todos os ministros dos Negócios Estrangeiros da CPLP marcam presença na reunião, de onde deverá sair uma recomendação para os chefes de Estado e de Governo sobre os temas que irão marcar a presidência cabo-verdiana da comunidade.

O encontro de ministros dos Negócios Estrangeiros decorre durante todo o dia de hoje, com uma agenda que inclui a apresentação do candidato apresentado por Portugal para secretário executivo da CPLP 2019-2020, Francisco Ribeiro Teles.

Se não houver objeções, o candidato será recomendado para eleição pela cimeira.

Prevista está igualmente a apresentação do candidato designado pela Guiné-Bissau para assumir o cargo de diretor executivo do Instituto Internacional de Língua Portuguesa (ILLP) (2019-2020).

A apresentação dos relatórios da presidência brasileira da organização, que agora termina, do secretariado executivo e do ILLP fazem também parte da agenda, que prevê igualmente espaço para debate político entre os chefes das diplomacias lusófonas e intervenções dos observadores associados e consultivos, organizações internacionais e do presidente da Confederação Empresarial da CPLP, Salimo Abdula.

Cabo Verde assume nesta cimeira a presidência da CPLP por dois anos com o lema “Cultura, pessoas e oceanos”. (Notícias ao Minuto)

por Lusa

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »