- Publicidade-
InicioMaisSem Palavras300 crocodilos foram mortos para vingar ataque na Indonésia

300 crocodilos foram mortos para vingar ataque na Indonésia

Os crocodilos foram mortos depois de um homem ter sido atacado

Quase 300 crocodilos foram mortos para vingar o ataque a um homem na Papua Ocidental, Indonésia. A vítima, de 48 anos, estaria a apanhar erva para animais quando foi atacado pelo crocodilo, explicou o chefe da agência de conservação dos recursos naturais.

“Um empregado ouviu alguém gritar, correu para o local e viu o crocodilo a atacar”, disse Basar Manullang.

O homem, identificado com o nome de Sugito, terá sido mordido numa perna e depois atingido pela cauda do réptil. Não sobreviveu aos ferimentos.

Depois do enterro, no sábado, os familiares da vítima e vizinhos dirigiram-se à esquadra de polícia e exigiram justiça. Nada do que a polícia disse acalmou a multidão.

Em seguida, um grupo de pessoas entrou na quinta de criação de crocodilos e matou os animais. “Centenas de pessoas”, segundo o Straits Times, dirigiram-se à quinta armados de facas, martelos e tacos. Foram mortos 292 crocodilos, adultos e bebés.

A quinta onde tudo aconteceu tinha licença para criar estes répteis para fins de preservação, uma vez que esta é uma espécie protegida. Uma das condições seria que não perturbasse a paz da comunidade na província de Sorong.

“Para que isto não volte a acontecer, os detentores da licença precisam de manter a segurança da envolvente”, disse Basar Manullang, referindo que foi aberta uma investigação ao incidente. De momento, as autoridades estão a interrogar as testemunhas.

As imagens dos cadáveres dos crocodilos foram divulgadas pela agência de notícias Antara. (Diário de Notícias)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.