Portal de Angola
Informação ao minuto

Angola: Jovens toxicodependentes recebem formação profissional na IPPDA

Jovens estudantes caminham pelas ruas de Benguela (Voa)

Pelo menos 230 jovens toxicodependentes, entre rapazes e meninas, deixaram de consumir drogas e álcool e aderiram à formação profissional, em diversas áreas, no centro cristão da Igreja da Palavra e Poder Divino Apostólica (IPPDA).

De acordo com o líder da IPPDA, apóstolo Victor David Segunda, em declarações à Angop, por ocasião do 8º aniversário da referida congregação religiosa, assinalada a 14 de Julho, os jovens recebem formação nas áreas de informática, mecânica, pedreira, carpintaria, pintura, costura, entre outras.

Actualmente, o número de jovens toxicodependentes na instituição subiu de 107 para 250.

Victor David Segunda exortou às famílias a serem mais atenciosas na educação dos filhos para evitarem o consumo de drogas. A IPPDA, afirmou, tem dado a sua ajuda às pessoas necessitadas, retirando-as das ruas, da prostituição, delinquência juvenil e do consumo do álcool e drogas, para que sejam úteis à sociedade.

O missionário solicitou o apoio e cooperação da sociedade para a construção de uma escola do primeiro ciclo ao ensino médio e um centro juvenil para melhor formação das crianças e jovens que se encontram no mundo da droga, delinquência e da prostituição, bem como outros que se encontram fora do sistema do ensino.

Indicou que pretende ver os cidadãos nacionais mais solidários, unidos e com atitudes humanizadas, para se construir um país harmonioso.

Referiu que os homens devem olhar para as outras pessoas com respeito e lidar na base da honestidade e irmandade, para promoção do amor ao próximo, rumo à construção de uma sociedade mais harmónica, justa e solidária.

Defendeu a necessidade da sociedade apostar mais na recuperação dos valores morais, éticos e sociais, para as pessoas terem uma convivência sã e inclusiva.

Por outro lado, falando aos seus fiéis, o apóstolo sublinhou que as autarquias em si só não consolidam a democracia nem satisfazem as necessidades das comunidades sem que as assembleias municipais criem mecanismos eficazes de fiscalização do exercício de actividade de cada integrante dos respectivos órgãos.

Neste âmbito, fez saber que os membros directamente eleitos pelos cidadãos de uma determinada circunscrição devem monitorar a execução das políticas traçadas no intuito de alcançar o desiderato de desenvolvimento socioeconómico das municipalidades, em prol do bem-estar das populações.

Acrescentou que as autarquias têm pessoal, património e finanças próprios, competindo a sua gestão aos respectivos órgãos, segundo as formas previstas na lei, salvaguardando assim a democraticidade e a autonomia do poder local.

Sublinhou a importância das autarquias do ponto de vista de tratamento dos assuntos inerentes ao ordenamento do território, saneamento básico, saúde, educação, cultura, ambiente, desporto e outros aspectos de interesse das comunidades locais.

Nos próximos dias, a IPPDA vai promover uma série de palestras sobre autarquias locais nas paróquias da referida igreja a nível nacional.

A IPPDA é uma igreja de origem angolana, fundada em Luanda, aos 14 de Julho de 2010, é parceira do Estado angolano, para além de pregar o evangelho de Deus, também dedica-se a ajudar as pessoas viciadas em drogas, álcool, prostituição, delinquência juvenil, crianças abandonadas, mães solteiras, prisioneiros e outras carências sociais. Está implantada nas 18 províncias do país, e na Namíbia, África do Sul, Portugal e Brasil.

Durante o acto, foram consagrados pastores, evangelistas e diáconos. (Angop)

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »