- Publicidade-
InicioMundoEUATrump critica gasto da NATO às vésperas da cimeira em Bruxelas

Trump critica gasto da NATO às vésperas da cimeira em Bruxelas

O presidente americano, Donald Trump, criticou, nesta segunda-feira (9), o gasto militar dos Estados-membros da NATO e disse que a Aliança Atlântica favorece mais a Europa do que os Estados Unidos, preparando o terreno para uma cúpula potencialmente amarga dessa organização.

“Os Estados Unidos estão gastando muito mais na NATO do que qualquer outro país. Isso não é justo, nem é aceitável”, tuitou Trump um dia antes de partir para o encontro, que acontece de 11 a 12 de Julho na sede central de Bruxelas.

“Embora esses países venham aumentando suas contribuições desde que assumi o cargo, devem fazer muito mais”, escreveu Trump, acrescentando que a NATO beneficia “muito mais a Europa do que os Estados Unidos”.

Repetidas vezes, o presidente americano criticou os Estados da NATO por supostamente não terem reduzido seu peso financeiro e buscou contactos com o presidente russo, Vladimir Putin, em meio ao momento de tensão de Moscovo com seus aliados ocidentais.

A reunião na sede da NATO dias antes de Trump se reunir com Putin, em Helsinque, que se antecipa como a mais difícil em anos, segundo analistas e funcionários consultados pela AFP.

Trump garantiu que estará “totalmente preparado” para a reunião com Putin e disse que “pode até terminar tendo uma boa relação” com o líder russo.

A Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO) nasceu em 1949, quatro anos depois do fim da Segunda Guerra Mundial, com o objectivo de favorecer “o bem-estar e a estabilidade” na região situada ao norte do Trópico de Câncer.

Dos 12 países fundadores, entre eles Canadá e Estados Unidos, a NATO passou, em 2017, a contar com 29 membros, após a entrada de Montenegro em virtude do artigo 10 do Tratado de Washington. Esse artigo permite a filiação “a qualquer outro Estado europeu” em condições de “contribuir para a segurança na região”. A Rússia não integra a NATO. (Afp)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.