- Publicidade-
InicioEconomiaFilda começa amanhã

Filda começa amanhã

Mais de 120 empresas, das 350 inscritas para participar na 34ª edição da Feira Internacional de Luanda (FILDA 2018) são expositores estrangeiros, anunciou o director nacional para a Economia, Competitividade e Inovação do Ministério da Economia e Planeamento, Marcelino Pinto.

Os expositores representam empresas dos sectores da construção civil, indústria ligeira e pesada, telecomunicações, electrónica, processamento alimentar, serviços, transporte, agricultura, mineração, serviços financeiros, banca, seguros, restauração, saúde, imobiliário e outros.

Marcelino Pinto disse à Angop que o certame, que arranca amanhã às 11 horas, na Zona Económica Especial Luanda/Bengo, tem já confirmada a presença de 14 países, com destaque para Portugal, que tem maior representatividade, seguido pela África do Sul, Turquia, Rússia e Gana.

A FILDA 2018, que dispõe de um orçamento de 477 milhões de kwanzas (1,9 milhões de dólares), tem como destaque o “Dia de Angola”, a ser celebrada a 12 de Julho, ocasião em que será realizado um seminário para a divulgação da nova legislação sobre o investimento privado, o “Plano de Desenvolvimento Nacional 2018-2022” e o “Programa de Apoio à Produção, Diversificação das Exportações e Substituição das Importações (PRODESI).

Durante o referido seminário, serão efectuadas palestras sobre parcerias público-privadas e será feita a divulgação do Pólo Agro-Industrial de Capanda como um dos instrumentos de apoio à actividade económica, onde há facilidade de acesso a infra-estruturas básicas.

No âmbito dos preparativos da 34.ª edição da FILDA 2018, o Ministério da Economia e Planeamento realiza, na manhã de hoje, na Zona Económica Especial, uma conferência de imprensa para uma breve antevisão do evento.

Inserida num espaço de destaque, dentro da ZEE, próximo à Zona industrial de Viana, as novas Instalações da FILDA, pretendem ser o ponto certo dos negócios Nacionais e Internacionais, ficam junto à estrada principal e têm acesso priviligiado pelas principais vias de ligação à capital angolana (Via Expressa, Via Cacuaco, Via Sequele e Estrada de Viana-Catete), permitindo o acesso a todos, todos os dias.

Este novo espaço da FILDA surge com o objectivo de responder à intenção do Executivo, em transformar essa zona numa “Cidade Empresarial”, fomentando o emprego e o incremento da competitividade entre as indústrias nacionais. Amanhã há, como principal actividade, a cerimónia oficial de inauguração, que conta com a presença das mais altas entidades públicas e privadas, nacionais e internacionais. (Jornal de Angola)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.