- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Economia Cunene: Criadores de gado vão nas campanhas de vacinação

Cunene: Criadores de gado vão nas campanhas de vacinação

Os criadores de gado no pais vão comparticipar nos custos de campanhas de vacinação animal realizada anualmente, anunciou, sábado, em Ondjiva, Cunene, a directora geral dos Serviços de Veterinária em Angola, Bernadete Santana.

A responsável esclareu que a comparticipação dos criadores visa fazer face ao Decreto que determina a cobrança da vacinação e outros tratamentos em animais, fixando o valor em 100 kwanzas por cabeça.

Solicitou a coaboração das autoridades administrativa e tradicionais no sentido de trabalharem na sensibilização e mobilização dos criadores, para que os mesmos possam aderir no sentido de conjugar esforços para os encargos relativos à questões técnicas, logística e reparação de algumas infra- estruturas ligadas ao sector, de modo a elevar os serviços.

Bernadete Santana, que falava à Angop no final de uma visita de dois dias à provincia, informou que está ser revista a questão da desparasitação externa dos bovinos, através da realização de banhos contra carraças, para combater as principais doenças parasitárias que enfermam o gado.

Relativamente à disponibilidade de vacinas, informou que apesar dos constrangimentos resultantes dos problemas financeiros que o país atravessa, foram envidados esforços para em pouco tempo repor os stocks.

Para a província do Cunene, deu a conhecer que foram disponibilizados mais de 200 mil novas doses, de modo a estender a campanha profilática de animais nos seis municípios, uma vez que apenas o Ombadja, Cuanhama e Cuvelai estão a vacinar por insuficiência de vacinas.

Bernadete Santana realçou ainda a necessidade de mais quadros, uma que a província dispõe apenas de quatro, destes um médico, insuficientes para cobrir à demanda, realçando que o sector conta com outros 16 quadros a trabalhar em regime de contrato.

A vice- governadora para o sector Político, Social e Económico, Albertina Teresa José, enalteceu a chegada de novas doses de vacina, por permitir a salvaguarda sanitária dos animais que constitui a principal fonte de riqueza de famílias na região.

Manifestou o desejo do Governo local em colaborar na formação de técnicos veterinários, adiantando que estão a trabalhar com o Ministério da Agricultura e da Educação, no sentido de encaminhar alguns estudantes do ensino médio para a província do Huambo, no sentido de serem formados na área.

A província, continuou, pretende ter a disposição técnicos qualificados em todas as comunas.

Dados do governo apontam para existência de um milhão e 200 mil cabeças de gado, destas 78 porcentos em posse de criadores tradicionais. (Angop)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.