- Publicidade-
InicioMundo LusófonoCabo VerdeProtestos marcam 43 anos da independência de Cabo Verde

Protestos marcam 43 anos da independência de Cabo Verde

Assembleia Nacional assinala a efeméride com a tradicional sessão solene

A comemoração do 43º. aniversario da independência de Cabo Verde foi marcado este ano por manifestações e pela tradicional sessão solene do Parlamento.

Algumas organizações da sociedade civil promoverem acções de protesto para chamar a atenção das autoridades governamentais para a necessidade de resolver determinados problemas que consideram cruciais para a vida das pessoas.

Na cidade da Praia, o movimento Korda Cabo Verde saiu às ruas para protestar contra a falta de uma solução para o transporte de doentes inter-ilhas, segurança, justiça social e soberania da nação.

Neste particular foi muito criticado o acordo no domínio da defesa, SOFA, na sigla em inglês, entre os governos norte americano e cabo-verdiano.

Em São Vicente, o movimento Sokols organizou uma marcha para recordar a revolta do Capitão Ambrósio no tempo colonial pelas difíceis condições de vida que passavam na altura.

Para Salvador Mascarenhas, líder da referida associação cívica mindelense, “se antes as pessoas protestavam contra a fome, hoje exigem a satisfação de outras necessidades visando o desenvolvimento das respectivas regiões e bem-estar das populações”.

Em reacção a esses protestos, o Presidente da Republica disse que na democracia deve-se “respeitar o direito à manifestação do povo”.

Jorge Carlos Fonseca vê com “naturalidade o exercício de fiscalização popular sobre a vida e acção governativa do país” e que, ele mesmo, quer que as coisas melhorem a bem de Cabo Verde. (Voa)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.