- Publicidade-
InicioMundoAmérica CentralManifestantes pedem saída de Ortega em meio à violência na Nicarágua

Manifestantes pedem saída de Ortega em meio à violência na Nicarágua

Milhares de populares formaram nesta quarta-feira um cordão humano na rodovia que liga Manágua a Masaya para exigir a saída do poder do presidente Daniel Ortega e o fim da violência que deixou mais de 220 mortos em 75 dias de protestos.

Com bandeiras e vestidos de azul e branco, as cores da Nicarágua, os manifestantes protestaram na rodovia entre as rotatórias Rubén Darío e Jean Paul Genie, distantes 3,5 km uma da outra.

“O povo levantou-se e dissemos ao comandante Ortega que vá embora, renuncie, o povo não tem medo”, declarou um jovem de 27 anos, com uma bandeira na mão.

Muitos dos manifestantes eram trabalhadores das empresas situadas ao longo da rodovia.

Os manifestantes acusam Ortega e a sua mulher e vice-presidenta Rosario Murillo de desencadear uma violenta repressão contra os protestos e de instaurar o nepotismo e uma ditadura na Nicarágua.

O irmão do presidente e ex-chefe do Exército da Nicarágua, general da reserva Humberto Ortega, pediu-lhe para aceitar a antecipação das eleições de 2021 para 2019, e desativar os grupos armados ilegais, em uma carta divulgada nesta quarta-feira.

“Adiantar constitucionalmente as eleições para o ano que vem diz sim à paz”, ressaltou na mensagem enviada à mesa de diálogo mediada pela Igreja católica.

O diálogo está estagnado porque Ortega, cujo terceiro período consecutivo será concluído em janeiro de 2022, ainda não respondeu ao pedido, feito há quase um mês.

Em outro ponto da capital, centenas de simpatizantes do governo, na maioria funcionários púbicos, fizeram uma marcha “rubro-negra”, cores do partido do governo Frente Sandinista de Libertação Nacional (FSLN), que terminou com um show na Avenida Bolívar.

“Nenhum passo atrás”, “Fique comandante (Ortega), fique”, gritavam os sandinistas em apoio ao governo. (AFP)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.