- Publicidade-
InicioMundoEuropaSeis separatistas presos serão transferidos para Catalunha

Seis separatistas presos serão transferidos para Catalunha

Seis dos nove dirigentes separatistas presos perto de Madrid por sua participação na tentativa de secessão da Catalunha em outubro serão enviados a presídios da região, anunciou nesta segunda-feira o Ministério do Interior espanhol.

“Os seis acusados entrarão previsivelmente entre quarta e quinta-feira nos centros penitenciários dependentes dos serviços penitenciários da Generalitat da Catalunha”, o governo regional, escreveu o ministério em um comunicado.

Investigados pelo Supremo Tribunal, localizado em Madri, há meses estavam na prisão preventiva em prisões próximas à capital espanhola.

O presidente do governo espanhol, o socialista Pedro Sánchez, no poder há um mês, depois de ter ganhado uma moção de censura contra o conservador Mariano Rajoy, prometeu agir em relação aos separatistas para normalizar as relações entre Barcelona e Madrid.

Este anúncio acontece uma semana antes do primeiro encontro entre Sánchez e o presidente separatista catalão, Quim Torra, no palácio de Moncloa.

“Os outros três investigados em prisão preventiva serão transferidos mais adiante” porque o solicitaram mais tarde, apontou o Ministério, que não informou nomes.

Segundo a imprensa espanhola, entre os primeiros presos que serão transferidos estão o ex-vice-presidente regional Oriol Junqueras, a ex-presidente do Parlamento catalão Carme Forcadell e dois líderes ativistas separatistas, Jordi Sánchez e Jordi Cuixart.

Todos eles foram acusados de rebelião e de outros delitos por seu papel na tentativa de secessão da Catalunha, cujo parlamento declarou, em vão, a independência em 27 de outubro após a celebração de um referendo ilegal no primeiro dia desse mês. (AFP)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.