- Publicidade-
InicioMundoÁsiaResgate de crianças presas em gruta na Tailândia pode demorar meses

Resgate de crianças presas em gruta na Tailândia pode demorar meses

A equipa de futebol de 12 rapazes e o treinador estão há 10 dias presos numa gruta na Tailândia. Na segunda-feira foram encontrados com vida, mas as equipas de salvamento avisam que podem demorar a ser resgatados.

O resgate pode demorar três a quatro meses. As autoridades tentam perceber qual é a melhor forma para retirar as crianças da gruta onde estão presas, mas avisam que os níveis da água ainda estão muito altos e tentar resgatá-las agora pode ser perigoso. Pode ter de ser preciso esperar até que termine a época das monções.

A equipa de 12 rapazes entre os 11 e os 16 anos e o treinador de 25 estão retidos na gruta de Tham Luang, no Norte da Tailândia, há 10 dias. Só na segunda-feira foi possível encontrá-los. As autoridades garantem que estão estáveis, apenas com alguns ferimentos menores.

Os especialistas estão agora a avaliar várias hipóteses de resgate. Nenhum dos rapazes sabe nadar ou mergulhar e ensiná-los pode ser uma possibilidade. De qualquer forma, enquanto o nível da água estiver tão alto, todas as operações podem pôr em risco crianças e mergulhadores.

Para além disso, depois de 9 dias praticamente sem comer e sem luz, os rapazes estão fracos. As autoridades vão enviar comida e medicamentos para a caverna e dois médicos da Marinha voluntariam-se para ficar com eles na caverna ao longo de três ou quatro meses.

Em entrevista à BBC, Ben Reymenants, um dos mergulhadores que chegou à gruta, explicou que estão previstas chuvas fortes nos próximos três dias, o que vai dificultar o resgate.

Ainda não se sabe ao certo o que levou os rapazes a entrarem nas grutas. Ao que tudo indica, tinham saído em excursão com o treinador de futebol depois de um treino, no sábado, 23 de junho. Terão entrado nas cavernas antes das chuvas fortes começarem e acabaram por ficar presos. (TSF)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.