- Publicidade-
InicioMaisSem PalavrasHomem matou a mulher com Alzheimer para não ter de a colocar...

Homem matou a mulher com Alzheimer para não ter de a colocar num lar

Após mais de cinco décadas de casamento, Frank foi incapaz de colocar a mulher num lar.

Frank Mansfield e Phyllis Mansfield foram casados durante 54 anos. Até que em dezembro de 2016, o homem, de 74 anos, alvejou a mulher duas vezes no peito, na garagem da casa onde ambos viviam na Carolina do Norte.

Frank admitiu ter matado a mulher e alegou que o fez porque não queria que a esposa, que sofria de demência e Alzheimer, acabasse a sua vida “presa como um animal” num lar.

Foi o próprio a ligar para a polícia e a denunciar o seu crime.

Inicialmente, Frank foi acusado de homicídio em segundo grau mas na passada quarta-feira foi condenado por homicídio voluntário pelo Tribunal Superior de Pasquotank.

O homem não foi, contudo, sentenciado a nenhuma pena uma vez que se encontra a receber tratamentos hospitalares. A sentença deverá ser-lhe lida quando estes terminarem, daqui a cerca de oito meses, segundo o Daily Mail. (Notícias ao Minuto)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.