- Publicidade-
InicioMundoÁsiaImagens de satélite fazem prova de vida das armas norte-coreanas

Imagens de satélite fazem prova de vida das armas norte-coreanas

A Coreia do Norte estará a expandir um complexo de produção de mísseis balísticos, sugere a análise de imagens de satélite captadas por peritos dos Estados Unidos. Estes dados levantam novas dúvidas sobre a disposição do regime de Kim Jong-un para abandonar o armamento nuclear.

Cresce, entre as autoridades norte-americanas, a convicção de que a Coreia do Norte não pretende abandonar por completo o arsenal nuclear e está a procurar esconder o número de armas e instalações de produção.

Novas imagens de satélite, publicadas na edição online do Wall Street Journal, indiciam que Pyongyang está a terminar a construção do Instituto de Materiais Químicos, que se localiza na cidade de Hamhung. As fotografias foram captadas pela Planet Labs Inc., de San Francisco, e analisadas por especialistas do Instituto de Estudos Internacionais Middlebury (MIIS), em Monterrey.

O Instituto de Materiais Químicos é um complexo de produção de peças de carbono para mísseis de combustível sólido, de acordo com um investigador associado do MIIS.

A maior parte da fábrica foi construída em maio, após a reunião do líder norte-coreano, Kim Jong-un, com o Presidente sul-coreano, Moon Jae-in, antes da cimeira com Donald Trump, adiantou Jeffrey Lewis, diretor do Programa de Não-Proliferação do Leste Asiático no MIIS.
Compromisso vago

Jong-un comprometeu-se com a desnuclearização da Península Coreana quando se encontrou com o Presidente dos Estados Unidos em Singapura, no mês passado. No entanto, Pyongyang e Washington parecem ter perspetivas muito diferentes desse objetivo.

O portal 38 North analisou, na semana passada, imagens de satélite que mostraram melhorias na infraestrutura de algumas das instalações nucleares de Pyongyang. Mas os autores alertaram que o trabalho “não deve ser visto como tendo qualquer relação com a promessa de desnuclearização da Coreia do Norte”.

O conselheiro de Segurança Nacional da Casa Branca, John Bolton, disse à CBS News que os Estados Unidos dispõem de um plano para desmantelar os programas de mísseis balísticos da Península Coreana no espaço de um ano. Porém, Pyongyang teria de revelar todos os locais de armas não declarados.

“Não há ninguém envolvido nesta discussão com a Coreia do Norte na Administração que se encontre sobrecarregado por ingenuidade. Já vimos como os norte-coreanos se comportaram antes”, disse Bolton.

“O Presidente tem sido muito claro. Não vai cometer os mesmos erros das administrações anteriores. Vamos continuar com isto e veremos o que acontece”, continuou. (RTP)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.