- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Desporto Motores Verstappen regressa às vitórias

Verstappen regressa às vitórias

Na 32.ª edição do G.P. da Áustria – mas só a 3.ª desde a compra do circuito com 4,318 km pela Red Bull –, corrida louca! Ganhou-a piloto da equipa da casa, pela 1.ª vez: Max Verstappen. O holandês de 20 anos conseguiu o 1.º sucesso de 2018, após arranque da 4.ª posição e subida ao topo da classificação na volta 25, quando Hamilton, 1.º desde o semáforo verde, teve de parar para mudança de pneus. Os rivais tinham parado antes, durante Safety Car Virtual ativado na sequência do abandono de Bottas, com avaria no sistema hidráulico do Mercedes #77… Os alemães, porventura surpreendidos com este acontecimento, erraram estrategicamente e comprometeram o resultado do campeão do Mundo.

Mas, as emoções fortes tinham apenas começado… Hamilton regressou à pista em 4.º, atrás de Raikkonen e à frente de Vettel. No comando, os dois Red Bull, de Verstappen e Ricciardo. O finlandês da Ferrari ganhou a posição ao australiano da equipa austríaca na volta 38 e, de seguida, ultrapassagem incrível de Vettel a Hamilton, que incluiu até rodas na relva. Entretanto, o calor massacrava mecânicas e pneus, originando (muitas) surpresas, principalmente na dianteira da corrida.

Ricciardo abandonou na volta 54, Hamilton saiu de cena na 64, a apenas 7 da bandeira de xadrez (pressão de combustível)… Verstappen, Raikkonen e Vettel resistiram até ao final, mas sem mais mudanças de posições. Curiosamente, somente os três cumpriram as 71 voltas do G.P.! Os outros pilotos foram dobrados pelo menos uma vez, incluindo Grosjean e Magnussen, respectivamente, 4.º e 5.º, nos surpreendentes Haas-Ferrari.

Este G.P. da Áustria provocou cambalhotas nas classificações dos Mundiais de Pilotos e Construtores. Na primeira, Vettel, com os 15 pontos que ganhou na pista de Spielberg, transformou a desvantagem de 14 pontos para Lewis Hamilton numa vantagem de um ponto! Na segunda, 33 pontos para Ferrari, zero para a Mercedes, italianos à frente da tabela, com mais 10 pontos do que os alemães, que colocaram os dois monolugares na 1.ª linha da grelha de partida.

Regressando a Verstappen, depois de início de época muito conturbado, devido a série de incidentes, (re)confirmação de talento reconhecido pelos rivais. «Nunca errou e não conseguimos apanhá-lo. Esteve muitíssimo bem, parabéns pela vitória, justa», afirmou Vettel. O holandês de 20 anos conseguiu o 4.º triunfo no Mundial de F1 desde a estreia na Austrália-2015, com 17 anos, encontrava-se felicíssimo: «Ganhar no Red Bull Ring, à frente de tantos fãs holandeses, é fantástico».

Próximo G.P. (10.º de 21): Grã-Bretanha, Silverstone, no dia 8.

Classificações

1.º Max Verstappen, Red Bull-Tag Heuer, 1:21.56,024 horas

2.º Kimi Raikkonen, Ferrari, a 1,504 s

3.º Sebastian Vettel, Ferrari, a 3,181 s

4.º Romain Grosjean, Haas-Ferrari, a 1 volta

5.º Kevin Magnussen, Haas-Ferrari, a 1 volta

6.º Esteban Ocon, Force India-Mercedes, a 1 volta

7.º Sergio Perez, Force India-Mercedes, a 1 volta

8.º Fernando Alonso, McLaren-Renault, a 1 volta

9.º Charles Leclerc, Alfa Romeo Sauber-Ferrari, a 1 volta

10.º Marcus Ericsson, Alfa Romeo Sauber-Ferrari, a 1 volta

11.º Pierre Gasly, Toro Rosso-Honda, a 1 volta

12.º Carlos Sainz, Renault, a 1 volta

13.º Lance Stroll, Williams-Mercedes, a 2 voltas

14.º Sergey Sirotkin, Williams-Mercedes, a 2 voltas

Mundial de Pilotos

1.º Sebastian Vettel, 146 pontos

2.º Lewis Hamilton, 145 pontos

3.º Kimi Raikkonen, 101 pontos

4.º Daniel Ricciardo, 96 pontos

5.º Max Verstappen, 93 pontos

6.º Valtteri Bottas, 92 pontos

7.º Kevin Magnussen, 37 pontos

8.º Fernando Alonso, 36 pontos

9.º Nico Hulkenberg, 34 pontos

10.º Carlos Sainz, 28 pontos

11.º Sergio Perez, 23 pontos

12.º Esteban Ocon, 19 pontos

13.º Pierre Gasly, 18 pontos

14.º Charles Leclerc, 13 pontos

15.º Romain Grosjean, 12 pontos

16.º Stoffel Vandoorne, 8 pontos

17.º Lance Stroll, 4 pontos

18.º Marcus Ericsson, 3 pontos

19.º Brendon Hartley, 1 ponto

20.º Sergey Sirotkin, 0 pontos

Mundial de Construtores

1.º Ferrari, 247 pontos

2.º Mercedes, 237 pontos

3.º Red Bull-Tag Heuer, 189 pontos

4.º Renault, 62 pontos

5.º Haas-Ferrari, 49 pontos

6.º McLaren-Renault, 44 pontos

7.º Force India-Mercedes, 42 pontos

8.º Toro Rosso-Honda, 19 pontos

9.º Alfa Romeo Sauber-Ferrari, 16 pontos

10.º Williams-Mercedes, 4 pontos. (A Bola)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.