- Publicidade-
InicioAngolaSociedadePrograma "Saúde e Mulher" diagnostica mais de 270 casos de malária em...

Programa “Saúde e Mulher” diagnostica mais de 270 casos de malária em Quitexe e Sanza

Duzentos e 78 casos positivos de malária foram diagnosticados num total de 900 pessoas testadas nos municípios de Sanza Pombo e Quitexe, província do Uíge, no quadro do Programa “Saúde e Mulher na Comunidade”, levado a cabo pela Organização da Mulher Angolana(OMA), de 22 à 29 de Junho na região.

A secretária Geral da OMA, Luzia Inglês que anunciou os referidos dados na vila do Quitexe, durante o acto político de massas que marcou o encerramento do Programa Integrado de Saúde, Acção social e Assistência Jurídica nas Comunidades, promovido pela organização feminina do MPLA.

Luzia Inglês indicou que no mesmo período as equipas consultaram um total de dois mil 778 pacientes, entre os quais 691 crianças nos dois municípios.

Os pacientes diagnosticados com casos de malária, disse, foram todos medicados com os fármacos correspondentes.

No município de Sanza Pombo, referiu, foram também diagnosticados três casos positivos de VIH.

Segundo ela, a OMA pretende levar o programa integrado de saúde nas 18 províncias do país, tendo sido já atendidas apenas 14 devido as diversas dificuldades para as deslocações do pessoal envolvido, entre outras.

Na ocasião, apelou a mulher a abster-se de actos e costumes culturais que prejudicam a saúde e primar pelos cuidados primários de saúde com vista a redução dos casos de doença e mortes nas comunidades.

O primeiro secretário do MPLA no Uíge, Pinda Simão, agradeceu a escolha da província para albergar o encerramento do programa, assim como a implementação do mesmo em dois dos 16 municípios da província considerada endémica.

Reconheceu que desde os primórdios da história da sua fundação, a OMA sempre esteve presente ao lado do partido e do seu Executivo defendendo políticas realistas e convincentes para o bem-estar sócio-político do povo angolano.

Participaram do acto marcado com diversas actividades culturais e recreativas, membros da comissão executiva do comité provincial do partido, do secretariado e do comité provincial da OMA, as secretárias municipais e militantes de diversas secções de base da OMA. (Angop)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.