Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Warriors, com Curry em ‘grande’, batem ‘Cavs’ e lideram final da NBA por 2-0

Os Golden State Warriors venceram domingo com grande autoridade na receção aos Cleveland Cavaliers por 122-103 e lideram agora a final da Liga norte-americana de basquetebol (NBA) por 2-0, estando a dois triunfos de revalidar o título.

Depois de no primeiro jogo só terem conseguido superar os ‘Cavs’ no prolongamento (124-114), os detentores do troféu foram, desta vez, muito superiores, liderando o encontro do início ao final, comandados pela ‘magia’ de Stephen Curry.

O ‘30’ dos Warriors foi o melhor marcador do jogo, com 33 pontos, com 11 ‘tiros’ de campo convertidos, em 26 tentados, incluindo um recorde em finais de nove ‘triplos’, em 17, tendo ainda acrescentado oito assistências e sete ressaltos.

Kevin Durant, com 26 pontos, incluindo uma muito melhor seleção de lançamentos do que no Jogo 1 (10 marcados em 14 tentados), nove ressaltos e sete assistências, e Klay Thompson, com 20 pontos, estiveram também em muito bom plano.

Na defesa, ‘reinou’ Draymond Green, que acabou o encontro com cinco pontos, oito ressaltos e sete assistências, enquanto JaVale McGee (12 pontos), promovido ao ‘cinco’, e Shaun Livingston (10) não falharam qualquer lançamento – 11 em 11 em conjunto.

Quanto aos ‘Cavs’, LeBron James, que tinha dominado o jogo inaugural, com 51 pontos, ‘ficou-se’ pelos 29, mais 13 assistências e nove ressaltos, números de grande qualidade, mas, uma vez mais, insuficientes. Só saiu com o jogo ‘arrumado’.

Nos forasteiros, que falharam muito na defesa, destaque ainda para os 22 pontos e 10 ressaltos de Kevin Love, os 15 pontos de George Hill e os 11 de Tristan Thompson.

Com McGee como novidade no ‘cinco’, os Warriors entraram muito bem, com dois ‘afundanços’ do seu poste, e ganharam rapidamente nove pontos à maior (15-6).

Aos poucos, aos ‘Cavs’ começaram, porém, a entrar no jogo e foram-se aproximando, chegando mesmo a colocar-se a dois pontos (26-24), para acabarem o primeiro período a quatro (32-28).

Os Warriors não conseguiram ‘fugir’, mas estavam, claramente, por cima e, no segundo período, começaram a traduzir a exibição em números, ganhando um avanço de 15 pontos (59-44) – os visitantes ainda marcaram dois pontos na primeira parte.

A equipa da casa costuma ser ‘demolidora’ no terceiro período, mas, desta vez, foram os ‘Cavs’ a imperar e a conseguirem colocar-se a cinco pontos (76-71), para, depois, fraquejarem um pouco na parte final (90-80).

Um ‘triplo’ de LeBron James, a abrir o quarto período (90-83), terá assustado os adeptos locais, mas a resposta de Curry foi simplesmente sensacional, com dois consecutivos (96-83) e um terceiro, mais à frente, sobre o final dos 24 segundos (103-89).

Os ‘Cavs’ não tiveram resposta, até porque Curry continuou em ‘grande’, com novo ‘triplo’, este um 3+1 com falta de Love, e mais um, antes, de sair, a 3.32 minutos do fim, para selar um novo recorde de nove marcados num jogo da final – também passou LeBron James como líder em finais, com 90, contra 85.

Nessa altura, e depois de nunca ter descansado até esse momento, já LeBron James tinha saído, com Tyronn Lue a ‘desistir’, com pouco mais de quatro minutos por disputar.

A final, que pode já não voltar a Oakland, se os Warriors vencerem os dois próximos encontros, prossegue na quarta-feira, em Cleveland.

Jogo na Oracle Arena, em Oakland, Califórnia, Estados Unidos
Golden State Warriors – Cleveland Cavaliers, 122-103 (2-0).

Ao intervalo: 59-46.

Sob a arbitragem de Mike Callahan, David Guthrie e Derrick Stafford, as equipas alinharam e marcaram:

– Golden State Warriors: Stephen Curry (33), Klay Thompson (20), Kevin Durant (26), Draymond Green (5) e JaVale McGee (12). Jogaram ainda Jordan Bell (5), Shaun Livingston (10), Kevon Looney, Nick Young, David West (3), Patrick McCaw, Quinn Cook (2) e Zaza Pachulia (6).

Treinador: Steve Kerr.

– Cleveland Cavaliers: George Hill (15), JR Smith (5), LeBron James (29), Kevin Love (22) e Tristan Thompson (11). Jogaram ainda Jeff Green (6), Larry Nance Jr. (2), Kyle Korver (1), Jordan Clarkson (2), Cedi Osman (2), Rodney Hood (2), Jose Calderón (4) e Ante Zizic (2).

Treinador: Tyronn Lue.

Marcha do marcador: 32-28 (primeiro período), 59-46 (intervalo), 90-80 (terceiro período) e 122-103 (resultado final). (Sapo 24)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »