InicioAngolaSociedadeAdolescentes iniciam vida reprodutiva a partir dos 15 anos

Adolescentes iniciam vida reprodutiva a partir dos 15 anos

As adolescentes dos 15 aos 19 anos no país, num total de 35 porcento, já iniciaram a vida reprodutiva e um terço delas tiveram um ou dois filhos (nascidos vivos), segundo indica o Inquérito de Indicadores Múltiplos e de Saúde (IIMS 2015/2016), realizado no período entre Outubro de 2015 e Março de 2016.

De acordo com o documento, lançado este ano, destas adolescentes 29 por cento já tiveram um filho nascido vivo e seis por cento estavam grávidas pela primeira vez na altura da entrevista.

As adolescentes que residem nas áreas rurais começam a vida reprodutiva mais cedo do que as da área urbana (49 e 29 por cento).

Cinquenta e oito por cento das mulheres que não concluíram qualquer nível de escolaridade já iniciaram a vida reproductiva, o que representa cerca do dobro das que têm nível secundário ou superior (25 por cento).

A percentagem de adolescentes que já iniciaram a vida reprodutiva é maior entre as adolescentes do primeiro e segundo quintil, entre 48 e 58 por cento, do que as adolescentes do quinto quintil socioeconómico, 16 porcento.

O objectivo principal do Inquérito de Indicadores Múltiplos e de Saúde (IIMS 2015/2016) é fornecer estimativas actualizadas de indicadores demográficos e de saúde básicas, mormente na recolha de dados a nível nacional, urbano e rural que permite calcular os indicadores demográficos principais, em particular, as taxas de fecundidade e de mortalidade materna.

O inquérito foi realizado no período entre Outubro de 2015 e Março de 2016, faz parte da Estratégia Nacional de Desenvolvimento Estatístico (ENDE) 2015-2015 e do Plano de Acção 2015-2017, bem como do Plano de Actividades do Instituto Nacional de Estatística (INE) referente aos anos de 2015 e 2016. (Angop)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.