InicioAngolaSociedade“Operação Relâmpago” reforça segurança

“Operação Relâmpago” reforça segurança

A Polícia Nacional lançou ontem, em 11 províncias do país, uma grande operação denominada “Relâmpago”, com vista a devolver o sentimento de segurança aos cidadãos, que se têm queixado, de forma frequente, de assaltos e violência.

O director do Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa do Comando Geral da Polícia Nacional, comissário Orlando Bernardo, disse que a operação vai decorrer nas províncias de Luanda, Huambo, Huíla, Benguela, Bengo, Zaire, Cabinda, Bié, Uíge, Lunda Sul, Cabinda e Cuanza Norte.

A operação envolve 50 mil efectivos de todas as especialidades da Polícia Nacional, incluindo o Serviço de Investigação Criminal (SIC) e o Serviço de Migração e Estrangeiros (SME ).

Os operativos têm cadastrados mais de mil marginais por desmantelar em diversos bairros de Luanda e de outras províncias. Os cidadãos que praticam crimes, como roubo e furtos, violações sexuais, homicídio voluntário e ofensas corporais, com recurso a arma de fogo e arma branca, também estão na mira da corporação.

A operação, segundo Or-lando Bernardo, vai ainda permitir identificar estrangeiros em situação migratória ilegal e os que se dedicam ao tráfico ilícito de moeda estrangeira e de combustível.

O comissário informou que será feito patrulhamento nos bairros, fiscalização aos automóveis, inspecção de armas das empresas de segurança privada, apreensão de artigos provenientes dos mercados, buscas dirigidas de delinquentes. O objectivo desta operação é reduzir o índice de criminalidade que se regista no país. (Jornal de Angola)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.