InicioDestaquesEUA preparam-se para recuar na decisão de separar pais e filhos imigrantes

EUA preparam-se para recuar na decisão de separar pais e filhos imigrantes

Kirstjen Nielsen e Donald Trump têm sido fortemente criticados pela política de “tolerância zero” na fronteira entre os Estados Unidos e o México. Secretária da segurança interna vai falar com Trump para o tentar convencer a recuar na intransigência, com o objetivo de impedir a separação de pais e filhos.

A secretária da segurança interna norte-americana estará a terminar um documento que pretende pôr fim à separação de crianças dos pais na fronteira dos Estados Unidos com o México.

A informação é avançada pela Associated Press que cita fontes anónimas próximas da administração Trump.

De acordo com a agência norte-americana, Kirstjen Nielsen está a finalizar o documento para o apresentar ao presidente norte-americano, Donald Trump.

O mesmo documento decreta, assim, que os serviços de segurança interna passam a ser obrigados a juntar os pais e os filhos durante as detenções na fronteira.

Com a introdução da política de “tolerância zero”, todas as pessoas que tentem atravessar a fronteira ilegalmente são imediatamente detidas e acusadas, o que tem levado a que milhares de crianças sejam separadas dos pais.

A intransigência da administração Trump tem gerado críticas um pouco por todo o mundo, de grupos de defesa dos direitos à ONU, no entanto, até ao momento, o presidente norte-americano e a secretária da segurança interna não mostraram qualquer disposição para recuar.

Fontes da Associated Press dizem que Nielsen já estará a caminho da Casa Branca, onde se vai reunir com Trump para o tentar convencer a assinar o documento. (Notícias ao Minuto)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.