Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Partido alemão anti-imigrantes diz que Ozil e Gundogan deveriam deixar selecção após foto com Erdogan

O partido anti-imigrantes Alternativa para a Alemanha (AfD) pediu nesta terça-feira que os jogadores de futebol Mesut Ozil e Ilkay Gundogan, que posaram para fotos com o presidente turco, Tayyip Erdogan, sejam cortados da selecção que disputa a Copa do Mundo da Rússia.2

Os dois jogadores de ascendência turca revoltaram alguns torcedores e políticos da Alemanha quando foram fotografados sorrindo ao lado de Erdogan no mês passado, e enfrentaram uma avalanche de críticas desde então, com parlamentares e até a Federação Alemã de Futebol argumentando que Erdogan não respeita suficientemente os valores alemães.

Actual campeã mundial, a Alemanha perdeu para o México por 1 x 0 em seu primeiro jogo na Copa do Mundo. O técnico Joachim Loew está sendo questionado por ter optado pelo apático Ozil em vez de Marco Reus, mais veloz e que está em boa forma.

“O espírito de equipe não está funcionando com Ozil e Gundogan na selecção alemã porque quem não participa de corpo e alma não consegue ter o espírito combativo necessário”, disse Joern Koenig, porta-voz do AfD para a área de desportos.

“Joachim Loew deveria cortar o cordão umbilical e mandar os dois para casa. Há jogadores nativos que têm orgulho de seu país, e Ozil e Gundogan deveriam liberar duas vagas na selecção para jogadores que não prestam mais homenagem ao presidente turco do que à pátria alemã”.

Gundogan também chamou Erdogan de “meu presidente” em uma mensagem, mas os laços entre a União Europeia e a Turquia se deterioraram nos últimos dois anos em meio a uma repressão do governo Erdogan a supostos apoiantes de um golpe militar fracassado em 2016.

Partidos políticos rivais não responderam de imediato às colocações do AfD. Outros grupos políticos vêm se recusando a trabalhar com o AfD, que conquistou vagas no Parlamento pela primeira vez no ano passado.

O ex-capitão e ex-campeão mundial alemão Lothar Matthaeus também escreveu no jornal Bild que Ozil não mostrou paixão no jogo.

“Quando Ozil está em campo muitas vezes tenho a sensação de que ele não se sente bem com a camisa da DFB (Associação Alemã de Futebol), que não está livre, e é quase como se nem quisesse jogar”.

Loew já havia alertado antes do torneio que Ozil e Gundogan deveriam se preparar para mais vaias devido às fotos com Erdogan. (Reuters)

por Michelle Martin

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »