Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Uíge: Vice-governador pede mudança de atitudes em prol da criança

O vice-governador provincial do Uíge, Afonso Luviluko apelou, sábado, na localidade de Kituma, aos adultos que continuam a violentar e instrumentalizar as crianças a mudar de atitudes e comportamentos, no sentido de pautarem pela boa conduta em prol dos menores.

Ao discursar na cerimónia de encerramento da jornada da criança, em homenagem às 600 crianças do bairro Soweto, África do Sul, assassinadas pelo então regime do Apartheid, Afonso Luviluko reafirmou a prevenção e combate à violência contra a criança na região

O responsável considerou que a promoção dos direitos da criança é um dever da família, do Estado e da sociedade, conforme está plasmado na Convenção sobre os Direitos da Criança, na Constituição da República de Angola e na Carta Africana dos Direitos, e Bem Estar da Criação e outros incorporados no ordenamento jurídico angolano em prol da protecção destes.

O governo da província do Uíge, enfatizou, continua e continuará, incansavelmente, a dedicar todos os esforços para que os projectos concebidos para a província sejam concretizados.

Nível do nosso país e em particular na nossa província, os resultados alcançados nos domínios da educação, saúde e construção de infraestruturas sociais e outros são bem visíveis embora não seja suficiente, reconheceu Afonso Luviluko.

Para ele, os 11 compromissos assumidos pelo governo angolano e parceiros sociais sobre a criança , continuarão ser materializados em todos os sectores da vida social e económica da província, destacando a esperança de vida, a segurança alimentar e nutricional, o registo de nascimento, a educação da primeira infância, educação primaria, prevenção e redução do impacto do HIV-Sida nas famílias e nas crianças.

Já a chefe dos serviços do Instituto Nacional da Criança no Uíge, Leopoldina Manuel da Fonseca, a sociedade é chamada a engajar-se na árdua de prevenção e combate à violência contra a criança, denunciando todos os males contra esta camada da sociedade.

Crianças de vários estrados da sociedade animaram “Dia de Junho”, com declamações de poemas, danças e músicas, um acto que decorreu no Lar de Idosos de KItuma. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »