Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Huíla: Lançada segunda fase da campanha de emissão de bilhete de identidade nas escolas

A segunda fase da campanha de emissão do bilhete de identidade para crianças até aos 13 anos de idade, que estudam em diferentes estabelecimentos de ensino primário publico e privado denominado “Nascer com o Registo” foi hoje, lançada no Lubango, província da Huíla.

O projecto é uma iniciativa do Gabinete Provincial da Justiça e Direitos Humanos, em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), à luz do Despacho Presidencial Nº 80/13 de 05 de Setembro, que determina a isenção de pagamento de emolumentos.

Ao discursar na abertura do respectivo lançamento, o delegado em exercício do Gabinete da Justiça e Direitos Humanos na Huíla, João Paulo, afirmou que o processo vai abranger seis, dos 14 municípios da província, nomeadamente, Lubango, Humpata, Chipindo, Cuvango, Chicomba e Gambos e prevê atribuir mais de 100 mil bilhetes de idade a este grupo alvo.

Acrescentou que para o efeito, foram criadas brigadas móveis com os funcionários seniores e equipamentos para fazer face a demanda em todas as escolas do território huilano.

Considerou que a actividade em causa resulta de num protocolo existente entre os ministérios da Justiça e Direitos Humanos e o da Educação, Ciência e Tecnologia, firmado, em 2007, a quando da realização do III Fórum Nacional sobre a criança, onde o governo assinou os 11 compromissos a favor do bem-estar dos petizes, cabendo o sector o terceiro compromisso do registo a primeira infância.

“ Existe ainda um elevado número de crianças em idade escolar sem documentação básica. Por isso, tomou-se a decisão deste projecto que vai reduzir os constrangimentos decorrentes dessa situação preocupante”, referiu João Paulo.

Na ocasião, aproveitou a oportunidade de apelar aos pais e encarregados de educação, no sentido de acompanharem os seus filhos para aquisição do documento, levando a cédula original ou certidão da igreja e da administração municipal, com vista a facilitar o processo.

Já o administrador do Lubango, Francisco Barros Leonardo, manifestou a sua satisfação com iniciativa, uma vez que a todos lhes são reconhecidos os direitos à identidade pessoal, conforme rege o artigo N*32 da Constituição da República de Angola e em observância ao princípio da legalidade e aos direitos da criança.

A efectivação da campanha de emissão de bilhete de identidade de forma rotativa em algumas escolas dos municípios da província, vai a contribuir para à inclusão social e direito a cidadania das crianças angolanas e, em particular as da província da Huíla, considerou a responsável.

A primeira fase da campanha acima referenciada desenvolvia, nos últimos três anos, nos municípios dos Gambos, Chicomba, Chipindo e Cuvango permitiu registar 40 mil 210 crianças, cujo resultado é tido como positivo. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »