- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Ministérios Ministério da Educação Ministério da Educação prevê alargar ensino de adultos

Ministério da Educação prevê alargar ensino de adultos

O Ministério da Educação (MED) prevê alargar o ensino de adultos ao ensino secundário, como forma de garantir a contínua formação dos alunos envolvidos no processo de alfabetização, anunciou nesta segunda-feira, em Ondjiva, o Secretário de Estado para o Ensino Pré-escolar e Geral, Joaquim Felizardo Cabral.

O responsável, que falava no acto de apresentação do estado do sector no Cunene, afirmou que a implementação do ensino secundário para a educação de adultos servirá para combater o analfabetismo funcional, incentivando a contínua formação dos cidadãos.

Joaquim Felizardo Cabral alertou aiinda aos professores das Zonas de Influência Pedagógica para primarem mais na elaboração de temáticas actualizadas na planificação das aulas a ministrar e assim reverter o habitual programa que, no seu ponto de vista, retarda a capacidade criativa do docentes e emite um certificado de incompetência.

Advogou que ao professor cabe a direcção de todo o processo de ensino-aprendizagem em sala de aula, mas sem uma adequada formação de professores não há,nem pode haver ensino de qualidade, nem inovação pedagógica.

Relativamente aos indicadores actuais de 51 porcento de absentismo por parte dos alunos nas salas de aulas na província, Joaquim Cabral afirmou que os especialistas do sector e investigador pedagógicos devem tomar medidas urgentes, consistentes e douradora para reverter tal situação.

O responsável informou que o Executivo está apostado em trabalhar na formação do homem, não apenas para apreender a ler e escrever, mas insistir na qualidade da educação que resume-se em actualizar conhecimento e transmissão de ferramentas capazes de resolver os problemas da sociedade.

Para tal é necessário o engajamento e comparticipação dos encarregados de educação de forma estruturante e organizada, contribuindo para que as crianças possam permanecer nas salas de aulas.

O sector no Cunene conta com 243 mil e 353 alunos matriculados no presente ano lectivo, nos três subsistemas.

Com um universo de mil e 189 salas de aulas, enquadradas em 868 escolas, o sistema de ensino é assegurado por seis mil e 336 professores.

Durante a sua estada de cinco dias, o secretário de Estado prevê visitar instituições escolares dos municípios do Cuanhama, Cuvelai e Cahama, encontros com os membros de direcçao, directores e coordenadores de turmas. (Angop)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.