Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Submetralhadora como a que matou Marielle sumiu da PF

Outras cinco armas já haviam sido dadas como desaparecidas pela Polícia Civil do Rio

A Polícia Federal abriu um procedimento para investigar mais um desaparecimento de submetralhadora do modelo MP-5, do mesmo modelo da que teria sido usada na morte da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes.

De acordo com as informações obtidas pelo ‘G1’e divulgadas na noite desta terça-feira (22), outras cinco armas já haviam sido dadas como desaparecidas pela Polícia Civil do Rio.

Ainda segundo o ‘G1’, desaparecimento foi constatado há três anos, no Núcleo Especial de Polícia Marítima da PF, que tem sede na Praça Quinze. Além da arma, desapareceram na mesma época dois carregadores calibre 9 milímetros.

O desvio de armamento e munição tem sido apurado através de um inquérito aberto pela PF, que já adiantou que um servidor foi responsabilizado em 2017, pelo desaparecimento da submetralhadora.

Marielle

Os quatro tiros que atingiram a cabeça da vereadora do PSOL no dia 14 de março, foram disparados em uma só rajada com a submetralhadora de origem alemã. Outro disparo ainda matou o motorista Anderson Gomes, baleado nas costas. Os autores do crime ainda não foram encontrados.

Até o momento, a principal linha de investigação da Divisão de Homicídios está baseada no depoimento de uma testemunha. Ela apontou o vereador Marcello Siciliano e o ex-PM Orlando Oliveira de Araújo, o Orlando Curicica, como mandantes do assassinato de Marielle. (Notícias ao Minuto BR)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »