Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Ministra congratula-se com apoio da OMS no combate a epidemias

A ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, congratulou-se terça-feira, em Genebra (Suiça) com o apoio recebido pela OMS e outros parceiros internacionais que permitiu a superação da tripla epidemia de Febre-amarela, Malária e Dengue que assolou Angola nos últimos anos.

A ministra, que discursava na plenária da 71ª Assembleia Mundial da Saúde, agradeceu a assistência técnica, apoio financeiro e logístico da OMS, GAVI, CDC-Atlanta e muitos outros parceiros no combate a estas doenças.

Durante a sua intervenção, a ministra Sílvia Lutucuta reconheceu que, apesar dos ganhos alcançados com erradicação da poliomielite e interrupção do surto da febre-amarela, através de uma imunização massiva de mais de 26 milhões de pessoas, durante e após o surto, a saúde em Angola ainda enfrenta problemas.

Destacou ainda que “estamos a enfrentar problemas de eficiência e qualidade de atendimento, financiamento sustentável da saúde devido à crise financeira mundial, questões de disponibilidade e gestão adequada dos recursos de saúde, incluindo recursos humanos, reivindicando a melhoria da capacidade regulatória para a protecção social da população e o fortalecimento do sistema de saúde, particularmente no interior do país”.

Não obstante as dificuldades enfrentadas, a ministra referiu que o Governo angolano não deixou de prestar solidariedade e apoio a mais de 35 mil refugiados provenientes da República Democrática do Congo, proporcionando a eles os serviços médicos essenciais e a cobertura completa de vacinação para as mulheres e crianças.

Com o término previsto para o dia 26 do corrente, o certame que se realiza sob a égide da Organização Mundial da Saúde (OMS) tem como lema: “Saúde para Todos: um compromisso para a Cobertura de Saúde Universal”.

Na sessão de abertura o director geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, falou da situação da saúde a nível mundial, com realce aos cuidados de saúde universais e as metas dos objectivos de desenvolvimento sustentável.

A delegação angolana integra quadros seniores do Ministério da Saúde e membros da Missão-Permanente de Angola junto da Organização das Nações Unidas e Organizações Internacionais em Genebra.

A par da Assembleia, a delegação angolana foi recebida pela Directora Regional da OMS, M. R. Moeti, com quem abordaram temas como o apoio disponível para o reforço de sistema de saúde, a questão da compra de medicamentos o mais próximo possível do fabricante, sua distribuição e gestão e a questão de recursos humanos para a saúde, sua capacitação e superação contínua.

A ministra durante a sua estadia mantém uma intensa agenda de encontros bilaterais com ministros da saúde de diversos países e organizações internacionais, tendo durante os últimos dois dias, tido reuniões com as delegações portuguesa e cubana, entre outros, durante os quais foram discutidos assuntos de interesse das partes.

Destaque ainda para a sua participação no encontro dos países da CPLP organizado pelo Brasil durante o qual reafirmaram a importância da efectiva participação de todos os estados da CPLP nas actividades desenvolvidas pelas redes de cooperação, possibilitando, desta forma, a efectiva troca de experiências entre os especialistas envolvidos.

Sublinharam a importância de aprofundar a concertação político e diplomática entre os membros da comunidade, com vista o reforço da CPLP e o fortalecimento do uso do Português como língua de trabalho nos fóruns multilaterais.

Para hoje, está previsto o encontro com o Ministro da Saúde da África do Sul, Fundo Global e GAVI (Aliança Mundial para Vacinas e Imunização). (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »