Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Autoridade Palestiniana chama embaixadores em quatro países da Europa

A direção palestiniana anunciou ter chamado os seus embaixadores em quatro países da União Europeia, que enviaram representantes a uma cerimónia israelita para assinalar a abertura da embaixada dos Estados Unidos em Jerusalém.

Os quatro países são a Áustria, a Hungria, a República Checa e a Roménia, indicou o Ministério dos Negócios Estrangeiros palestiniano na Cisjordânia ocupada.

Representantes destes países participaram numa cerimónia com a delegação norte-americana no Ministério dos Negócios Estrangeiros israelita no domingo, na véspera da inauguração da embaixada dos Estados Unidos em Jerusalém.

Na terça-feira, a Autoridade Palestiniana tinha anunciado a decisão de chamar o seu representante nos Estados Unidos, Hossam Zomlot.

Dezenas de países, entre eles a maioria dos europeus, não assistiram à referida cerimónia no Ministério dos Negócios Estrangeiros israelita para a qual foram convidados 86 embaixadores e encarregados de negócios, 40 dos quais aceitaram.

A maioria dos Estados europeus, entre os quais Portugal, Espanha, Reino Unido, França e Itália, boicotou a cerimónia por não concordar com a mudança da embaixada de Telavive para Jerusalém, que rompe o consenso da comunidade internacional.

O Presidente norte-americano, Donald Trump, anunciou a mudança da embaixada em dezembro, quando reconheceu Jerusalém como a capital de Israel, suscitando críticas da maioria da comunidade internacional e a ira dos palestinianos.

Estes reivindicam Jerusalém oriental, ocupado em 1967 e posteriormente anexado por Israel, como a capital de um desejado Estado da Palestina. (Observador)

por Lusa

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »