Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Exportação de petróleo rende mais de 934 biliões de kwanzas

Novecentos e trinta e quatro biliões, 927 milhões, 799 mil e 144 kwanzas é o valor arrecadado aos cofres do Estado, de Janeiro a Abril do ano em curso, com a exportação de 182 milhões, 298 mil e 195 barris de petróleo, de acordo com dados compilados pela Angop.

Em Abril foram arrecadados 233 biliões, 764 milhões e 79 mil kwanzas, com a exportação de 46 milhões 42 mil e 507 barris de petróleo ao preço médio de 65,50 dólares norte-americanos, de acordo com o relatório do Ministério das Finanças sobre as receitas geradas pela produção de petróleo.

Em Março registou-se uma ligeira subida em relação ao mês de Abril, tendo se registado um encaixe de 253 biliões, 205 milhões, 506 mil e 470 kwanzas, um período em que foram exportados 43 milhões, 127 mil e 199 barris de petróleo ao preço médio de 64,50 dólares norte-americanos.

Ao preço médio de 67,76 dólares norte americanos, em Fevereiro deste mesmo ano, as receitas petrolíferas atingiram 224 biliões, 422 milhões, 878 mil e 237 kwanzas, com a exportação de 44 milhões, 668 mil e 971 barris.

Com a exportação de 48 milhões, 459 mil e 518 barris de petróleo exportado ao preço médio de 63,36 dólares norte-americanos, no mês de Janeiro registou-se uma arrecadação de 223 biliões, 535 milhões, 335 mil e 374 kwanzas.

As receitas resultaram dos impostos sobre o rendimento do petróleo (IRP), de produção de petróleo (IPP) e de transacção de petróleo (IIP) cobrado às operadoras.

O Orçamento Geral do Estado (OGE) 2018 foi elaborado com base na previsão do preço do petróleo a USD 50 por barril.

Angola tem estado a perder terreno face à Nigéria em termos de produção de petróleo. A posição de maior produtor em África, de acordo com o relatório mensal do mercado petrolífero relativo a Março da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP).

Em Fevereiro, tendo por base a OPEP e os seus relatórios mensais, a Nigéria alargou a distância que a separava de Angola, ao ter produzido mais 24,9 mil barris para um total de 1,806 milhões de barris por dia, contra uma produção angolana de 1,613 milhões de barris, uma quebra mensal de 17,1 mil. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »