Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Tribunal ordena Samsung a pagar 460 milhões de euros à Apple

Escusado será dizer que o resultado não agrada à tecnológica sul-coreana. Apple continua a acreditar que a rival “copiou descaradamente o design” do iPhone.

O júri do tribunal de San Jose já decretou o veredito da batalha legal entre a Samsung e a Apple, tendo decidido que a empresa sul-coreana deverá pagar um total de 539 milhões de dólares (cerca de 460 milhões de euros) à ‘Empresa da Maçã’.

O tribunal considerou que os smartphones da Samsung vendidos entre 2010 e 2011 violam três patentes de design e duas de utilidade da Apple. Nota o CNet que a tecnológica de Cupertino já havia sido considerada culpada de violar estas patentes, com o júri a ter determinado os danos. De notar que um anterior veredito decretou que a Samsung deveria pagar ‘apenas’ 399 milhões de dólares (340 milhões de euros), pelo que esta nova decisão é uma soma bem mais avultada.

Em reação, a Samsung afirmou ter “algumas questões” relativamente a este veredito, afirmando que “considerará todas as opções para obter o desfecho que não impeça a criatividade e a competição justa para todas as empresas e consumidores”.

Por ser lado, a Apple diz “acreditar profundamente no valor do design” e indica que “este caso sempre foi mais do que uma questão de dinheiro”. “A Apple iniciou a revolução dos smartphones com o iPhone e é um facto que a Samsung copiou descaradamente o nosso design. É importante que continuemos a proteger o trabalho e inovação de imensas pessoas da Apple”, pode ler-se no comunicado da ‘Empresa da Maçã’. (Tecnologia ao Minuto)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »