Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Governador quer feira transformada em montra das potencialidades

A Feira Internacional do Cuanza Norte (FICN) deve ser transformada em verdadeira montra das potencialidades e dos encantos da província foi defendida hoje, quinta-feira, em Ndalatando, pelo governador local, José Maria dos Santos.

José Maria dos Santos defendeu tal ponto de vista na abertura da II edição da Feira Internacional do Cuanza Norte, cuja cerimónia foi orientada pelo ministro do comércio, Jofre Van-Dúnem Júnior.

Considerou os municípios como lugares, por excelência, da afirmação do desenvolvimento da província, onde os investidores devem prestar maior atenção.

Para o governador, é bom que fique claro no pensamento dos investidores, que participam no evento, a abundância dos factores de produção que a província dispõe, como a disponibilidade de água, energia, terras aráveis, bom clima, das paisagens e, fundamentalmente, do entusiasmo do povo trabalhador do Cuanza Norte.

Sublinhou que o desemprego dos jovens na região é um problema social que constitui uma das principais preocupações do governo e, cuja solução, passa pela contribuição do sector empresarial.

Por sua vez, o responsável da empresa “C.CALAS Angola”, promotora e gestora da referida feira, Carlos dos Santos Calas, defendeu uma maior interação entre o sector empresarial e as estruturas do governo para alavancar o crescimento económico, como factor indispensável para a estabilidade macroeconómica do país.

Considerou igualmente imprescindível a participação da banca nos desafios do crescimento económico do país, através de financiamentos de iniciativas que visam a transformação da produção agrícola

A edição deste ano da FICN conta com a participação de 95 expositores, entre nacionais e estrangeiros, uma redução de cinco empresas em relação a 2016.

Participam no evento, expositores dos sectores do comércio, agricultura, pesca, banca, seguros, soluções tecnológicas, construção civil, cultura, máquinas e equipamentos, entre outros.

O evento, que se realiza de 24 a 28 de Maio, no âmbito do 62º aniversário da cidade de Ndalatando, sob o lema “Cuanza Norte o renascer da esperança, rumo a diversificação da economia e os desafios para a juventude empreendedora”, conta ainda com expositores da Índia, que participam pela primeira vez, do Reino Unido, Namíbia, Congo, Cuba e Portugal.

Através de palestras e seminários, as empresas expositoras vão apresentar os produtos e serviços financeiros existentes no mercado nacional bem como inteirarem-se das potencialidades económicas da província e das oportunidades de negócios. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »