Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Ministra congratula-se com apoio da OMS no combate a epidemias

A ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, congratulou-se terça-feira, em Genebra (Suiça) com o apoio recebido pela OMS e outros parceiros internacionais que permitiu a superação da tripla epidemia de Febre-amarela, Malária e Dengue que assolou Angola nos últimos anos.

A ministra, que discursava na plenária da 71ª Assembleia Mundial da Saúde, agradeceu a assistência técnica, apoio financeiro e logístico da OMS, GAVI, CDC-Atlanta e muitos outros parceiros no combate a estas doenças.

Durante a sua intervenção, a ministra Sílvia Lutucuta reconheceu que, apesar dos ganhos alcançados com erradicação da poliomielite e interrupção do surto da febre-amarela, através de uma imunização massiva de mais de 26 milhões de pessoas, durante e após o surto, a saúde em Angola ainda enfrenta problemas.

Destacou ainda que “estamos a enfrentar problemas de eficiência e qualidade de atendimento, financiamento sustentável da saúde devido à crise financeira mundial, questões de disponibilidade e gestão adequada dos recursos de saúde, incluindo recursos humanos, reivindicando a melhoria da capacidade regulatória para a protecção social da população e o fortalecimento do sistema de saúde, particularmente no interior do país”.

Não obstante as dificuldades enfrentadas, a ministra referiu que o Governo angolano não deixou de prestar solidariedade e apoio a mais de 35 mil refugiados provenientes da República Democrática do Congo, proporcionando a eles os serviços médicos essenciais e a cobertura completa de vacinação para as mulheres e crianças.

Com o término previsto para o dia 26 do corrente, o certame que se realiza sob a égide da Organização Mundial da Saúde (OMS) tem como lema: “Saúde para Todos: um compromisso para a Cobertura de Saúde Universal”.

Na sessão de abertura o director geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, falou da situação da saúde a nível mundial, com realce aos cuidados de saúde universais e as metas dos objectivos de desenvolvimento sustentável.

A delegação angolana integra quadros seniores do Ministério da Saúde e membros da Missão-Permanente de Angola junto da Organização das Nações Unidas e Organizações Internacionais em Genebra.

A par da Assembleia, a delegação angolana foi recebida pela Directora Regional da OMS, M. R. Moeti, com quem abordaram temas como o apoio disponível para o reforço de sistema de saúde, a questão da compra de medicamentos o mais próximo possível do fabricante, sua distribuição e gestão e a questão de recursos humanos para a saúde, sua capacitação e superação contínua.

A ministra durante a sua estadia mantém uma intensa agenda de encontros bilaterais com ministros da saúde de diversos países e organizações internacionais, tendo durante os últimos dois dias, tido reuniões com as delegações portuguesa e cubana, entre outros, durante os quais foram discutidos assuntos de interesse das partes.

Destaque ainda para a sua participação no encontro dos países da CPLP organizado pelo Brasil durante o qual reafirmaram a importância da efectiva participação de todos os estados da CPLP nas actividades desenvolvidas pelas redes de cooperação, possibilitando, desta forma, a efectiva troca de experiências entre os especialistas envolvidos.

Sublinharam a importância de aprofundar a concertação político e diplomática entre os membros da comunidade, com vista o reforço da CPLP e o fortalecimento do uso do Português como língua de trabalho nos fóruns multilaterais.

Para hoje, está previsto o encontro com o Ministro da Saúde da África do Sul, Fundo Global e GAVI (Aliança Mundial para Vacinas e Imunização). (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »