Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

João Lourenço quer diplomacia “mais eficaz”

João Lourenço quer uma diplomacia mais eficaz. O Presidente angolano pediu hoje aos embaixadores um acompanhamento “permanente e atento à situação política internacional”, para Angola estar à altura de a “interpretar e encontrar soluções para os desafios que se colocam a cada momento”.

João Lourenço que discursava na abertura da VIII reunião de embaixadores de Angola defendeu que numa altura em que o país quer diversificar a economia a diplomacia tem de ser mais eficaz.

“Quando colocamos no topo da nossa agenda a diversificação da nossa economia, precisamos de trabalhar no sentido de tornar a nossa diplomacia mais eficiente e virada para a promoção e boa imagem do país, captação de investimento privado estrangeiro e promoção de Angola como destino turístico”, sustentou.

O chefe de Estado de Angola aproveitou a ocasião para lembrar ao ministro das Relações de Angola, Manuel Augusto, que este é o momento certo para afastar funcionários sem qualificações.

“Esta deve ser uma oportunidade que o senhor ministro, concerteza, não perderá para mexer naqueles funcionários sem qualificações, ou que foram nomeados apenas por serem familiares ou protegidos deste ou daquele político”, explicou.

João Lourenço reiterou que o país está a trabalhar para “uma mudança radical” na gestão do minsitério das Relações Exteriores e pediu, por isso ao chefe da diplomacia e respectiva equipa para que façam uma “gestão exemplar”.

Ontem o ministro de Relações Exteriores de Angola, Manuel Augusto, exonerou dois funcionários da diplomacia angolana que estiveram envolvidos na inauguração da Embaixada dos EUA em Jerusalém.

O direvtor para África e Oriente Médio de Angola, Joaquim do Espírito Santo, teria autorizado a presença do ministro conselheiro da Embaixada de Angola em Tel Aviv, João Diogo Fortunato, na transferência da diplomacia norte-americana em Israel. Ambos os funcionários foram exonerados.

De acordo com o responsável político a atitude “prejudicou” a imagem e as relações diplomáticas do país. (Rfi)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »