Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

UE e Cnuced financiam formação de quadros do Comércio

Doze milhões de euros é o valor disponibilizado pela União Europeia e a Conferência das Nações Unidas para o Comércio e Desenvolvimento (Cnuced) para capacitar técnicos angolanos ligados ao sector comercial, no âmbito do “Programa de Formação de Quadros para o Comércio II”.

A formação, que arrancou hoje no Ministério do Comércio, visa facilitar a formulação e implementação de políticas comerciais e matérias conexas em apoio aos esforços de diversificação da economia em domínio-chaves fora do sector petrolífero e promoção das exportações.

A capacitação destina-se aos recursos humanos dos sectores públicos e privados em Angola, e vai já na sua segunda fase.

A primeira fase do projecto realizou-se de 2007 a 2011 e visou facilitar a construção de um quadro transversal sobre o comércio, tanto de mercadorias como de serviços e investimentos, incluindo componentes de formação nas áreas de política comercial, gestão de portos, mudanças climáticas, turismo sustentável e desenvolvimento.

O programa também designado “ Train for trade II” é financiado pela UE em parceria com a Conferência das Nações Unidas para o Comércio e Desenvolvimento (Cnuced).

Para o lançamento deste programa (“Programa de Formação de Quadros para o Comércio II) houve um acordo entre o Governo de Angola e a Cnuced).

Na ocasião, o ministro do Comércio, Jofre Van-Dúnem Júnior, disse serem positivos os resultados alcançados do primeiro programa, reflectidos em diversos programas sectoriais em curso no país, com destaque para o sector portuário, turismo, e do investimento privado, pois contribuíram para a publicação de estudos sobre a matéria que influenciaram a revisão de diversos regulamentos.

A formação, na óptica do responsável angolano, insere-se nas prioridades do Governo ligadas à diversificação da economia, que incide sobre as cadeias produtivas do cimento, dos têxteis das bebidas, do açúcar, cereais, da avicultura, de corte, da produção de ovos, carne, da pesca artesanal, continental, da aquicultura, entre outras. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »