Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Sopir deve mais de dois biliões de kwanzas a trabalhadores

Dois biliões e 500 milhões de Kwanzas é o valor que a Sociedade de Desenvolvimento de Perímetros Irrigados em Angola (Sopir) deve, desde 2015, aos funcionários das empresas que gerem perímetros irrigados nas províncias do Moxico, Luanda e Huíla, informou, no município da Chibia, o presidente do Conselho de Administração, Rafael Albino.

O responsável que falava à imprensa, nesse fim de semana, no seguimento da visita que os ministros da Agricultura e Florestas, e da Economia e Planeamento, Marcos Nhunga e Pedro Luís da Fonseca, respectivamente, efectuaram no domingo ao perímetro irrigado das Gangelas.

Disse que a dívida de 40 meses de atrasos salariais aos trabalhadores da Sodmat (Matala), Sogangelas (Chibia) e Cachito Rega (Luena) é motivada pela crise financeira que o país vive, mas fez-se um levantamento, cujos resultados já foram apresentados ao gabinete do Presidente da República, João Lourenço, do qual se aguardam soluções.

Afirmou que essa situação trouxe um outro problema, o vandalismo dos equipamentos agrícolas instalados nesses perímetros irrigados e que custaram muito dinheiro ao Estado, acção que é atribuída a alguns trabalhadores descontentes e populares ainda por identificar.

Considerou que enquanto durar essa situação, os perímetros irrigados ficam sem acção laboral, relativamente à produção de citrinos e conservação dos mesmos para fabrico e venda no país.

Na Huíla, por exemplo, o perímetro irrigado da Matala conta com um canal de 42 quilómetros, com margens numa extensão de sete mil hectares. Ao todo estão controlados 96 trabalhadores, mas já foram 136, tendo alguns desistido devido a situação. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »