Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Nigéria assume presidência do Conselho de Paz e Segurança da UA

A União Africana (UA) informou nesta quinta-feira, em Addis Abeba, que a Nigéria assumiu a presidência rotativa de um mês do Conselho de Paz e Segurança do bloco comunitário (AU-PSC), noticiou a Prensa Latina.

De acordo com a UA, o representante permanente da Nigéria junto da UA, Bankole Adeoye, substitui Zackariaou Maiga, embaixador permanente do Níger, que ocupou o cargo durante o mês de Março passado.

A presidência da Nigéria no órgão será crucial na abordagem das ameaças representadas pelas armas nucleares e o imperativo de impedir que os terroristas tenham acesso a esses despositivos de destruição em massa e seus regimes de controlo, incluindo a necessidade urgente de promover o uso pacífico da energia nuclear.

De igual modo, priorizará a operacionalidade da Força de reserva africana, que é um elemento importante na arquitectura da paz e segurança africana e o financiamento sustentável das operações de apoio à paz da UA.

O Conselho de Paz e Segurança é o órgão permanente de tomada de decisões da União Africana, inspirado no Conselho de Segurança das Nações Unidas, para aplicar as decisões da União, particularmente em assuntos relacionados com a manutenção de paz e a segurança regional e continental.

Os seus membros são eleitos pela Assembleia da União Africana, afim de reflectir o equilíbrio regional, assim como uma variedade de critérios, incluindo a capacidade de contribuir militar e financeiramente à União.

O órgão é composto por 15 países, dos quais cinco são eleitos por períodos de três anos e dez por períodos de dois anos.

Os integrantes actuais são Angola, Djibuti, Guiné Equatorial, Gabão, Libéria, Marrocos, Rwanda, Serra Leoa, Togo, Zimbabwe, Nigéria, Egipto, Quénia, Zâmbia e o Congo Brazzaville.

De acordo com a UA, o representante permanente da Nigéria junto da UA, Bankole Adeoye, substitui Zackariaou Maiga, embaixador permanente do Níger, que ocupou o cargo durante o mês de Março passado.

A presidência da Nigéria no órgão será crucial na abordagem das ameaças representadas pelas armas nucleares e o imperativo de impedir que os terroristas tenham acesso a esses despositivos de destruição em massa e seus regimes de controlo, incluindo a necessidade urgente de promover o uso pacífico da energia nuclear.

De igual modo, priorizará a operacionalidade da Força de reserva africana, que é um elemento importante na arquitectura da paz e segurança africana e o financiamento sustentável das operações de apoio à paz da UA.

O Conselho de Paz e Segurança é o órgão permanente de tomada de decisões da União Africana, inspirado no Conselho de Segurança das Nações Unidas, para aplicar as decisões da União, particularmente em assuntos relacionados com a manutenção de paz e a segurança regional e continental.

Os seus membros são eleitos pela Assembleia da União Africana, afim de reflectir o equilíbrio regional, assim como uma variedade de critérios, incluindo a capacidade de contribuir militar e financeiramente à União.

O órgão é composto por 15 países, dos quais cinco são eleitos por períodos de três anos e dez por períodos de dois anos.

Os integrantes actuais são Angola, Djibuti, Guiné Equatorial, Gabão, Libéria, Marrocos, Rwanda, Serra Leoa, Togo, Zimbabwe, Nigéria, Egipto, Quénia, Zâmbia e o Congo Brazzaville.

De acordo com a UA, o representante permanente da Nigéria junto da UA, Bankole Adeoye, substitui Zackariaou Maiga, embaixador permanente do Níger, que ocupou o cargo durante o mês de Março passado.

A presidência da Nigéria no órgão será crucial na abordagem das ameaças representadas pelas armas nucleares e o imperativo de impedir que os terroristas tenham acesso a esses despositivos de destruição em massa e seus regimes de controlo, incluindo a necessidade urgente de promover o uso pacífico da energia nuclear.

De igual modo, priorizará a operacionalidade da Força de reserva africana, que é um elemento importante na arquitectura da paz e segurança africana e o financiamento sustentável das operações de apoio à paz da UA.

O Conselho de Paz e Segurança é o órgão permanente de tomada de decisões da União Africana, inspirado no Conselho de Segurança das Nações Unidas, para aplicar as decisões da União, particularmente em assuntos relacionados com a manutenção de paz e a segurança regional e continental.

Os seus membros são eleitos pela Assembleia da União Africana, afim de reflectir o equilíbrio regional, assim como uma variedade de critérios, incluindo a capacidade de contribuir militar e financeiramente à União.

O órgão é composto por 15 países, dos quais cinco são eleitos por períodos de três anos e dez por períodos de dois anos.

Os integrantes actuais são Angola, Djibuti, Guiné Equatorial, Gabão, Libéria, Marrocos, Rwanda, Serra Leoa, Togo, Zimbabwe, Nigéria, Egipto, Quénia, Zâmbia e o Congo Brazzaville. (Panapress)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »