Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Igrejas Cristãs recomendam combate a corrupção

As Igreja Cristãs em Angola recomendaram ao Governo para prosseguir com o combate a corrupção e garantir que o processo de recuperação dos valores e bens do Estado decorre com lisura, de modo a servirem para o desenvolvimento do país.

A recomendação foi transmitida pela secretária-geral do Conselho de Igrejas Cristãs (CICA), Deolinda Dorcas Teca, que reconheceu nesta quarta-feira, no culto ecuménico alusivo a paz e reconciliação nacional, realizado no Pavilhão Principal da Cidadela, em Luanda, os esforços do Executivo angolano nos diferentes sectores.

O culto do 16º aniversário da paz, cujo memorando foi rubricado a 4 de Abril de 2002, decorreu sob o lema “Orai pela paz de Angola; prosperarão aqueles que te amam”.

Segundo a líder religiosa, o país está a avançar em termos de funcionalidade das instituições, com visibilidade cada vez maior dos sinais de democratização.

Afirmou que têm apreciado com bastante satisfação o desempenho do Executivo que constata, in loco, a realidade da população no domínio da saúde, educação, saneamento básico, vias de circulação e comunicação, entre outros.

Considerou uma tarefa primordial do governo à implementação de políticas de combate à fome e à pobreza, mediante a criação de programas que garantem maior qualidade de vida.

A responsável incentiva o governo no processo de descentralização dos serviços de saúde, assim como pede maior distribuição de água potável, energia eléctrica e mais cuidados aos doentes.

Por outro lado, pediu maior atenção à requalificação e remuneração dos funcionários públicos, com vista a acautelar a agitação social, e melhoria do sistema de créditos aos funcionários e empreendedores.

Reafirmou que a liberdade de expressão e a imparcialidade no tratamento da informação nos órgãos públicos e privados, estão cada vez mais evidente no país, o que ajuda na transparência dos factos e consciencialização dos cidadãos.

O acto foi presenciado pelo governador da província de Luanda, Adriano Mendes de Carvalho, entre outras entidades. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »